Categoria: Temporada Regular

O Salary Cap dos Broncos em 2020

Saudações, torcedor dos Broncos! Mais um ano se passou e mais uma vez estamos fora dos playoffs, assistindo a NFL do sofá. A off-season começou mais cedo e a primeira parada para construir os Broncos de 2020 é a Free Agency! Nos últimos anos, nós do Mile High Brasil trouxemos a situação do Salary Cap de Denver e não será neste ano que deixaremos de fazer isto. Vamos conferir quanto de grana teremos para fazer renovações e novas contratações.

Continue lendo…

Cartas na Mesa Temporada 2019

Cartas na Mesa – Temporada 2019

Olá, amigo leitor e torcedor do Denver Broncos. A temporada, que começou com pouca expectativa, conseguiu ainda assim nos decepcionar, mas terminou com razões para sermos otimistas. Com isso (e levando em conta que não consegui publicar Cartas todas as semanas), vamos analisar quem merece o título de cada uma das Cartas na Temporada 2019.

Cartas na Mesa da Temporada 2019

Ás de Espadas

Ás de Espadas

O Ás de Espadas é a peça fundamental, que pode desequilibrar a partida a nosso favor.

No caso da temporada 2019, essa peça foi Drew Lock.

Sim. Ele mesmo. Buzz Lightyear, do Comando Estelar.

Vamos começar pelas estatísticas. Joe Flacco jogou 8 partidas e venceu apenas 2 delas. Lançou 1822 jardas (228 por jogo), 6 TDs (0,75 por jogo), 5 picks e teve rating de 85.1. Drew Lock jogou 5 partidas e venceu 4 delas. Lançou 1020 jardas (204 por jogo), 7 TDs (1,4 por jogo), 3 picks e teve rating de 89.7.

Os números em si podem ser semelhantes (Flacco teve até melhor porcentagem de passes certos e mais jardas por tentativa), fora o fato de que Lock lançou 1 TD a mais em 3 jogos a menos e venceu o dobro de partidas, mas não foi apenas isso que trouxe para a temporada 2019. Ele trouxe esperança.

Esperança de termos, finalmente, uma offseason sem dúvidas ou dramas relacionados ao QB. Esperança de termos encontrado o QB do futuro. Esperança de voltarmos aos playoffs. Drew Lock é nosso Ás de Espadas.

Coringa

O Curinga

O Curinga é aquela peça que ninguém sabe o que esperar. Seu desempenho pode nos garantir a vitória ou nos enterrar na derrota.

No caso da temporada 2019, o Curinga foi nossa Linha Ofensiva.

Nossos QBs foram sackados 40 vezes na temporada, nossos RBs tiveram várias corridas nas quais não tiveram nenhuma chance de sobreviver. Por outro lado, em certos momentos, nossos QBs estavam sozinhos em ilhas por horas e avenidas se abriam no caminho. A performance de Yin e Yang da OL na temporada 2019 foi motivo de preocupação o tempo todo. E nem vou começar a falar das faltas. Para a próxima temporada, precisamos que nossa Linha Ofensiva seja mais consistente para deixar de ser o Curinga que foi.

Valete de Copas

O Valete de Copas

O Valete de Copas é aquela peça que tem tanto amor no coração que é quase suicida. Suas atitudes em campo são amadas pelos adversários e causam na torcida a vontade de machadá-lo.

No caso da temporada 2019, o Valete de Copas foi Garett Bolles.

PARA DE DAR ABRAÇO! Foram 10 faltas (exatamente a mesma quantidade do ano passado) e 95 jardas. A cada corrida nossos RBs terminavam olhando para trás (para ver se tinha flag) antes de comemorar a conquista. Até TDs tiveram comemorações atrasadas por causa disso. Isso precisa parar.

Se nem Mike Munchak conseguiu dar jeito, ninguém dará. Aposenta, por favor. Vai cuidar do seu filho.

Dama de Copas

A Dama de Copas

A Dama de Copas é a peça que corta as cabeças dos adversários. Motivo de preocupação e atenção especial, pode destruir o jogo a nosso favor.

No caso da temporada 2019, a Dama de Copas será dividida em duas partes: uma para Phillip Lindsay e a outra para Noah Fant.

Phillip Lindsay se tornou o primeiro jogador não draftado da história da liga a iniciar a carreira com duas temporadas de 1000 jardas. Também se juntou a Bobby Humphrey, Terrell Davis e Clinton Portis entre os únicos a conseguirem o feito duas vezes seguidas. Se 2018 foi um estouro, 2019 foi a confirmação de que demos a maior sorte do universo de Lindsay ter vindo parar em Denver.

Já Noah Fant demorou um pouco para aparecer. Mas quando entrou em forma, quebrou dois recordes históricos para Tight Ends calouros no time. Com 40 recepções e 562 jardas, já escreveu seu nome na história (com 3 TDs recebidos ainda).

Com armas como Fant e Lindsay, Lock está cercado de talento jovem nas posições de habilidade do time. Então, nossa Dama de Copas da temporada 2019 é a base para o futuro da franquia.

E para vocês? Quem merecia cada carta?

#GoBroncos!

Podcast Mile High Brasil Show

Mile High Brasil Show – S2019E21

Pela semana 17, os Broncos receberam o Oakland Raiders no Empower Field at Mile High, para o fechamento da temporada. E após um jogo com final dramático, o time saiu com a nossa sétima vitória. Nessa semana, Deivis e Everton fazem suas análises posição por posição, além disso também comentam as unidades como um todo e fazem os primeiros prognósticos para a offseason, free agency e draft 2020. Agradecemos a todos os ouvintes e apoiadores por mais esse ano juntos, e vamos ao Show!

Podcast Mile High Brasil Show

Mile High Brasil Show – S2019E20

Pela semana 16 da temporada, os Broncos receberam o Detroit Lions no Empower Field at Mile High. E após um início adverso, o time virou o jogo e saiu com a nossa sexta vitória. Nessa semana de Natal, Deivis e Everton fazem suas análises posição por posição e também chutam o tradicional o field goal de 64 jardas com o placar da próxima partida, onde receberemos o Oakland Raiders para o nosso segundo jogo do ano e o encerramento da temporada! Então, Feliz Natal a todos e vamos ao Show!