BMF/Bolas do Jogo – Semana 3 vs Jets

Saudações, torcedores e torcedoras do laranja e azul de Denver! O 3-0 veio! Os Broncos fizeram o dever de casa e bateram os Jets na abertura da temporada em Mile High, em frente a mais de 70 mil torcedores. Então vamos distribuir bolas do jogo e aos lances Bom, Mau e Feio.

Bolas do Jogo contra os Jets

Ataque – Tim Patrick

Se semana passada foi Courtland Sutton, hoje é a vez de Tim Patrick ganhar uma bola do jogo por dar um passo à frente na ausência de Jerry Jeudy (e KJ Hamler ao longo do jogo). Patrick continua mostrando que é um WR digno de um belo contrato ano que vem. Dessa vez ele não foi à endzone, como nos dois primeiros jogos, mas teve recepções importante para mover as correntes. Foram 5 recepções em 5 targets para 98 jardas. Menção honrosa para a dupla de RBs, que anotou os 2 TDs da partida (apesar do fumble do calouro).

Defesa – Alexander Johnson

Dava pra seguir o que Vic Fangio fez: bolas do jogo para a defesa inteira, por não permitir nenhum ponto no jogo. E a menção honrosa certamente fica para toda a defesa. Mas vou destacar o LB Alexander Johnson. Ele teve 5 tackles, todos solo, sendo 2 para perda de jardas, 2 sacks, 2 QB hits e 1 passe desviado e parece estar se adequando bem ao papel de chamar as jogadas defensivas na ausência de Josey Jewell.

Especialistas – Brandon McManus

Sam Martin vinha fazendo um bom jogo e poderia ter recebido a segunda bola do jogo em sequência, mas um de seus 3 chutes acabou sendo desviado e viajou apenas 26 jardas. Não é necessariamente culpa dele, mas a bola do jogo vai pro companheiro de STs: Brandon McManus acertou os 4 field goals que tentou e os 2 pontos extras sendo, assim, responsável por mais da metade dos pontos dos Broncos na partida.

O Bom, O Mau e o Feio

O Bom

O Lance Bom na vitória contra os Jets foi…

Essa recepção de Tim Patrick para levar os Broncos à redzone. Havia outras opções: poderia ser as interceptações de Justin Simmons ou de Caden Sterns, um dos 5 sacks da partida (incluindo old school Von Miller), ou um dos TDs de Gordon e Williams. Mas esse passe e essa recepção foram bonitos demais para não destacar. O drive não terminou em pontos, mas o lance mostra o ball placement invejável de Teddy Bridgewater e toda a concentração de Tim Patrick.

O Mau

O Lance Mau na vitória contra os Jets foi…

O punt desviado. Mais uma vez os special teams fazem caquinha e vem parar aqui. Esse é o tipo de erro que pode ser letal em jogos mais apertados. Depois de ceder um retorno de kickoff semana passada, os Broncos tem um punt parcialmente bloqueado: a bola ainda viaja na direção correta, mas acaba sendo um chute de apenas 26 jardas. Nesse caso, o long snapper Jacob Bobenmoyer marca bobeira e não faz contato com o jogador dos Jets, que tem caminho livre pra chegar em Sam Martin.

O Feio

O Lance Feio na vitória contra os Jets foi…

O fumble sofrido pelo calouro Javonte Williams. O jogo já estava ganho e os Broncos buscavam colocar o último prego no caixão dos Jets, e mesmo que eles não tenham saído do zero, é inaceitável perder a bola – em qualquer lugar do campo – mas principalmente na redzone. É o segundo fumble sofrido no trecho final do campo na temporada e isso precisa ser corrigido para os jogos com margem menor de erro. O André leva parte da culpa por ter zicado o time no grupo da equipe, logo antes do lance.

E para vocês torcedores, quem merecia as Bolas do Jogo?


Aproveitem e sigam o Mile High Brasil no Twitter, no Instagram, se inscrevam no nosso canal do YouTube e apoiem nosso trabalho pelo Apoia.se.

E visitem também o nosso parceiro da First Down, a maior loja de itens de futebol americano do país!