BMF/Bolas do Jogo – Semana 3 – San Francisco 49ers

Saudações, torcedores do Denver Broncos! Como está a saúde de vocês? Sobreviveram a mais um teste para cardíaco? Agora que todo o nervosismo e insônia passaram, vamos analisar o jogo contra a forte defesa dos 49ers!

Bolas do Jogo contra os 49ers

Ataque – Courtland Sutton

Mais um excelente jogo do nosso WR1 e mais uma bola de ouro para ele. Sutton não fugiu da responsabilidade e se mostrou confiável quando a bola chegou nele. Dos 10 passes em sua direção, agarrou 8, sendo 5 para a conquista do first down, com um total de 97 jardas, um bom número mesmo em um jogo com pouquíssimos avanços.

Defesa – Patrick Surtain II

Nem sempre a performance é vista nos grandes números. Nesse caso, a incrível performance de Surtain se mostra na falta de números. O único tackle efetuado por nosso jogador não foi em uma jogada onde o alvo era um de seus marcados. PS2 não permitiu NENHUMA recepção em cima dos jogadores que marcava, permitindo uma média de 1,5 jardas de distância de separação. Uma aula de quem já parece um veterano com anos de NFL!

Time de Especialistas – Corliss Waitman

E eis que nosso punter tem um primeiro bom jogo com a camisa dos Broncos! Com 10 punts e uma média de 47,6 jardas de média, sendo 60% delas dentro da linha de 20 e um chute na linha de uma (!) jarda. Para ser justo, todo nosso time de especialistas foi muito bem, mas nosso punter foi especial na partida.

O Bom, O Mau e o Feio

O Bom

O Lance Bom na vitória contra os 49ers foi…

Que lance final maravilhoso! Nossa defesa nos anos anteriores era dominante praticamente todo o jogo, mas entregava nos momentos mais decisivos! Nesse jogo foi diferente. Nossos jogadores defensivos, mesmo com a ausência de Justin Simmons, se mostraram agressivos em todos os setores e apareceram de forma incrível no final do jogo, conseguindo um turnover que garantiu a nossa vitória! Se não fosse por nossa defesa, certamente estaríamos 0-3.

O Mau

O Lance Mau na vitória contra os 49ers foi…

Esse lance foi inacreditável em dois aspectos: o primeiro foi o tripping claramente proposital. O jogador olha para trás e estica a perna para atingir nosso QB! O segundo são as zebras: jogam a bandeira e depois, na maior cara de pau, RETIRAM! Além de não marcarem falta, a rasteira de Bosa valeu como um sack! Foi a premiação da trapaça.

O Feio

O Lance Feio na vitória contra os 49ers foram… AS VAIAS

Mais uma vez, preciso falar sobre as vaias durante o jogo. Entendo que é direito do torcedor, já que pagou o ingresso, mas vaiar um time quando ele precisa de incentivo é muito feio. A hora das vaias é depois do jogo. Receber vaias “amigas” deve ser pior do que vaias do adversário fora de casa. Que o torcedor de Denver aprenda a apoiar durante o jogo e reclamar só depois, ainda que o time tome as decisões mais estúpidas.

E vocês, torcedores, o que acharam do jogo? Concordam com as escolhas?