História

Década de 60: O início na AFL

O Fundador

Ilustração: Bruno Venancio/Mile High Brasil

Bob Howsam nasceu em Denver, frequentou a Universidade do Colorado e serviu como piloto da Marinha durante a Segunda Guerra Mundial. Ele era genro de Edwin C. Johnson, três vezes senador e duas vezes governador do estado do Colorado. Muito interessado em baseball, Howsam tomou a frente da franquia Denver Bears, que era parte de uma liga menor. À frente dos Bears entre 1947 e 1962, ele foi duas vezes Executivo do Ano e construiu uma das franquias de maior sucesso das ligas menores nos anos 1950.

Mas o sonho de Bob Howsam era maior. Ele queria levar um time da MLB para o Colorado e com a ajuda de seu pai e irmão, construíram o estádio então conhecido como Bears Stadium. Ele chegou a elevar a capacidade para mais de 34 mil pessoas, enorme para os padrões das minor leagues, com a esperança de receber uma franquia da MLB. Só que isso acabou não se concretizando e os Howsam se endividaram no processo de buscar uma franquia de expansão.

Para ocupar o estádio e tentar aliviar o arrombo financeiro, Howsam buscou a nova sensação da época, o futebol americano. Ele primeiro tentou uma franquia de expansão da NFL, mas quando seu pedido foi negado, ele se juntou com outros empresários para criar uma nova liga, a American Football League. Assim, o Denver Broncos foi fundado em 14 de agosto de 1959, quando ele e outros sete novos donos se reuniram para criar a AFL. Eles se autodenominaram “Clube dos Tolos” (Foolish Club), por ousarem ir contra a estabelecida NFL. A tolice dando certo no final.

Os Broncos jogaram na AFL entre 1960 e 1969 e em seguida se juntaram à NFL quando houve a fusão entre as ligas em 1970.  A primeira vitória do time aconteceu em 9 de setembro de 1960 sobre o Boston Patriots por 13×10, mas o desempenho terrível do time em sua primeira temporada (4-9-1), somado às dívidas que a família Howsam adquiriu com o estádio na tentativa de levar um time da MLB para Denver, fez com que os Broncos fossem vendidos em 1961.

Bob Howsam acabou eventualmente tendo sucesso como executivo da MLB. Ele assumiu como general manager do St. Louis Cardinals no meio da temporada de 1964, quando o time tinha um recorde de 63-55 e estavam em quinto lugar na divisão. Os Cardinals venceram 30 dos últimos 44 jogos sob a administração de Howsam, conseguiram vaga nos playoffs e bateram os Yankees na World Series.

Ele montou o time dos Cardinals que venceu a WS de 1967, mas não recebeu o crédito devido, pois no início daquele ano se transferiu para Cincinnati, onde como GM construiu o time conhecido como “Big Red Machine“, que levou os Reds a vencerem seis vezes a divisão, quatro vezes a conferência e duas vezes a World Series. Tudo isso dentro dos seus 11 anos como GM dos Reds. Ele foi eleito ao Hall da Fama do Cincinnati Reds em 2004.

Após se aposentar, Howsam fez parte da Comissão de Baseball do Colorado, que teve sucesso em trazer o Colorado Rockies para Denver, como um time de expansão em 1993. Assim, ele completou o seu sonho de levar um time da MLB para sua cidade natal. Bob Howsam foi imortalizado no Hall da Fama de Esportes do Colorado em 1971. Faleceu em 19 de fevereiro de 2008, após deixar um legado gigante para os esportes de seu país e para Denver, sua cidade natal.

O Primeiro Uniforme

Ilustração: Bruno Venancio/Mile High Brasil

Como já foi mencionado, Bob Howsam se endividou bastante na tentativa de conseguir um time de MLB. Ao contrário dos outros sete donos originais da AFL, a fortuna de Howsam era originária dos esportes, enquanto outros donos tinham outros negócios e recursos quase ilimitados para seus times.

O início do time foi tão humilde, que as primeiras instalações da franquia foram em um barração Quonset, uma estrutura militar improvisada. Mas nada chamava mais atenção do que os uniformes. Com recursos quase inexistentes e dependentes dos lucros do próprio time que estava começando, os primeiros uniformes da equipe chamam a atenção – mas negativamente.

Os Broncos usavam marrom e amarelo nos jogos dentro de casa e marrom e branco fora de casa. Mas o que chamava a atenção mesmo eram as meias, que tinham listras verticais e fizeram os jogadores serem motivo de piada na época. Nas palavras de Frank Tripucka, primeiro QB do Denver Broncos:

Eles eram as coisas mais feias que você jamais gostaria de ver. Os tamanhos eram pequenos demais. Eu tive que cortar as mangas nas axilas pra conseguir colocar as jerseys por cima das ombreiras, pra poder levantar o braço.

E os uniformes nem mesmo eram originais. Os Broncos compraram os uniformes do Copper Bowl, um jogo de All-Stars realizado em Tucson, Arizona.

Os uniformes mudaram antes da temporada de 1962, quando Bob Howsam não era mais o dono do time e Jack Faulkner substituiu Frank Filchock para se tornar o segundo Head Coach da história da franquia.

Faulkner causou impacto imediato no grupo, começando pelos uniformes. Ele organizou uma cerimônia em que as vergonhosas meias de listras verticais foram queimadas, encerrando um ciclo para os jogadores. Os Broncos desde então, seriam laranja e azul para sempre.

Em 2009, comemorando os 50 anos da história da franquia, os Broncos voltaram a usar os uniformes marrons e amarelos com as infames meias verticais, por um jogo. A partida foi contra o New England Patriots (a primeira partida dos Broncos foi contra o Boston Patriots) e assim como naquele primeiro jogo em 1960, os Broncos venceram.

O Primeiro Quarterback

Ilustração: Bruno Venancio/Mile High Brasil

Frank Joseph Tripucka já era um veterano quando chegou à recém-criada American Football League. Ele se tornou o primeiro quarterback do Denver Broncos, depois de uma longa carreira.

Ele nasceu no dia 8 de dezembro de 1927 em Bloomfield, New Jersey. No college, jogou pela Universidade de Notre Dame e foi escolhido na nona escolha geral do Draft da NFL de 1949 pelo Philadelphia Eagles, mas foi imediatamente trocado com o Detroit Lions.

Após jogar um ano pelos Lions, jogou pelo Chicago Cardinals entre 1950 e 1952, quando foi trocado para o Dallas Texans. Ele então foi para a Canadian Football League, onde jogou para o head coach Frank Filchock no Saskatchewan Roughriders. que eventualmente levaria Tripucka para os Broncos em 1960.

Ele jogou por Saskatchewan entre 1953 e 1958, foi trocado para o Ottawa Rough Riders em 1959. Ele retornou para Saskatchewan ainda em 1959, servindo como técnico assistente, mas quando os três quarterbacks do time se machucaram, ele voltou a jogar nos dois últimos jogos da temporada.

Finalmente, em 1960, ele foi com Frank Filchock para Denver, com o plano inicial de ser um técnico assistente para os recém-criados Broncos. Ele foi titular em todos os 14 jogos na temporada inaugural, liderando a liga em interceptações, com 34 (ainda um recorde da franquia).

Tripucka também liderou a liga lançando 248 passes completos de 478 tentativas para 3.038 jardas – o que foi a primeira temporada de mais de 3 mil jardas por um QB, tanto na AFL quanto na NFL. Ele também lançou o primeiro passe para TD da história da AFL.

Ele jogou 11 jogos em 1961 e em 1962 voltou a liderar a liga com 240 passes completos em 440 tentativas para 2.917 jardas, incluindo uma vitória na semana 2 contra Buffalo, onde Tripucka lançou para incríveis 447 jardas, marca que permaneceu um recorde da franquia por 38 anos. Na era dos running backs, ver essa marca é muito impressionante. Ele foi selecionado para o Jogo das Estrelas da AFL pela primeira vez na carreira.

Em 1963, Tripucka jogou apenas duas partidas, antes de se aposentar do esporte, depois de 15 temporadas jogando futebol americano profissional. Logo após a aposentadoria, os Broncos aposentaram a jersey número 18, se tornando o primeiro número aposentado pela franquia. Apenas outros dois números são aposentados até hoje: a 44 de Floyd Little e a 7 de John Elway.

Em 1986, Frank Tripucka foi introduzido ao Ring of Fame do Denver Broncos. No dia 9 de março de 2012, ele autorizou que o número 18 fosse desaposentado para o quarterback Peyton Manning. Após a aposentadoria de Manning em março de 2016, o número 18 voltou a ser aposentado.

Frank Tripucka, no entanto, não chegou a ver o número 18 dos Broncos carregar o Lombardi Trophy. Ele faleceu em casa no dia 12 de setembro de 2013.

O Primeiro Jogo

Ilustração: Bruno Venancio/Mile High Brasil

O primeiro jogo de temporada regular história da American Football League (AFL) ocorreu no Nickerson Field, em Boston, no dia 9 de setembro de 1960, quando o Denver Broncos enfrentou o Boston Patriots.

A partida começou morna e a primeira pontuação foi dos times da casa, com um field goal de 35 jardas. Mas no segundo período as coisas começariam a mudar. Frank Tripucka lançou o primeiro touchdown da história da AFL num passe curto para Al Carmichael, que levou a bola 59 jardas até a endzone.

Mas foi o versátil Gene Mingo quem anotou a pontuação vencedora. Os Broncos venciam por 7 a 3 no terceiro período quando Mingo, retornou um punt para touchdown, percorrendo 76 jardas para marcar 6 pontos.

O curioso é que Mingo era mesmo muito versátil. Ele jogava de running back, kicker (foi o primeiro kicker negro da história) e retornador de chutes. E depois de correr 76 jardas o mais rápido que conseguia, faltou perna para converter o ponto extra.

“Quando eu recebi (a bola), dei alguns passos pra direita, depois de volta pra esquerda e ao cortar de volta pra direita, eu vi os bloqueios se desenvolvendo. Enquanto eu corria perto da lateral de campo, alguém estava me alcançando e outro cara tirou ele do caminho. Eu estava indo ao lado da lateral de campo, técnicos, jogadores e todos estava acenando pra eu continuar. Eu só continuei correndo – correndo assustado ou tanto faz – mas eu alcancei a end zone. Eu não sei se alguma vez corri tão rápido. Eu cheguei na end zone e eu estava sem fôlego, cansado e com as pernas bambas. E era a hora de chutar o ponto extra. Eu chutei um grande tufo (de grama); a minha perna estava tão morta.”

Mas não foi necessário. Mesmo com os Patriots respondendo com um touchdown no terceiro período, os Broncos seguraram a vitória na primeira partida oficial da história do time com um placar de 13 a 10.

Aquele primeiro jogo não foi televisionado, afinal jogos em prime-time na televisão ainda era uma coisa distante, especialmente na AFL, que tinha acabado de nascer. Mas podemos imaginar como seria ser uma criança assistindo àquela primeira partida.

Esta página será atualizada semanalmente, à medida que o nosso ilustrador, Bruno Venancio, for criando novos conteúdos. Volte na próxima quinta para mais um pouco da história do Denver Broncos!