De Olho No Carolina Panthers

Saudações nação azul e laranja! Após a derrota contra os Chiefs, em que mais uma vez jogamos como nunca e perdemos como sempre, viajaremos até a Carolina do Norte para enfrentar o Carolina Panthers, que está com a mesma campanha que os Broncos. A partida ocorrerá no próximo domingo, dia 13 de dezembro de 2020, às 15h.

Broncos x Panthers – Semana 14 da Temporada 2020

ADVERSÁRIO – CAROLINA PANTHERS

DATA DA PARTIDA: 13/12/2020

LOCAL: BANK OF AMERICA STADIUM – CAROLINA DO NORTE

Ponto positivo: Poder ofensivo com bons recebedores.

Não há certeza se o Carolina Panthers terá na partida contra os Broncos seu principal jogador: Christian McCaffrey. No entanto, o ataque está produzindo bem na temporada, mesmo nas partidas em que o running back não jogou, graças ao bom trabalho do coordenador ofensivo Joe Brady e do desempenho do trio de wide receivers Curtis Samuel, D.J.Moore e Robby Anderson. Teddy Bridgewater também merece uma menção honrosa, pois apesar de não ser um quarterback elite ou acima da média, tem performances decentes em grande parte dos jogos, mantendo o time vivo nas partidas.

Apesar de não contarem com D.J. Moore, que está na lista do Covid-19, os Panthers terão à disposição os WRs Curtis Samuel e Robby Anderson, que vêm crescendo sob a tutela de Joe Brady. Até aqui, Samuel teve 517 jardas e 3 touchdowns em 11 partidas e Anderson 912 jardas e 2 touchdowns em 12 partidas. Nas últimas 3 partidas, somaram juntos 311 jardas aéreas e 2 touchdowns com muitas jogadas interessantes.

O grande problema para os Broncos é que, além de ser uma dupla de WRs perigosa e comandada por um coordenador ofensivo com bastante potencial, nossa equipe está sem três jogadores da secundária – sendo dois titulares – para marcá-los: A.J. Bouye, que foi suspenso pela liga por 6 jogos por utilização de substância proibida, Bryce Callahan e Essang Bassey que estão lesionados. Nossos cornerbacks para este jogo serão o calouro Ojemudia, Bausby e Dawson, além dos safeties Simmons e Will Parks, que fará sua reestreia nos Broncos. Isso deixa nossa secundária bastante enfraquecida para enfrentar os recebedores dos Panthers. Precisaremos mais do que nunca que os mais experientes Simmons e Parks comandem a secundária com uma marcação forte para não permitirem que os recebedores da equipe de Carolina anotem pontos no placar.

Como bater os Panthers? Boa partida de Lock e nossos recebedores e pass rush eficiente.

Apesar de termos uma boa dupla de running backs, a defesa dos Panthers contra o jogo terrestre vem melhorando nas últimas partidas tendo, por exemplo, cedido apenas 136 jardas terrestres e nenhum touchdown nos dois últimos jogos contra os Lions e os Vikings. O ótimo running back Dalvin Cook, dos Vikings, conseguiu apenas 61 jardas na partida contra os Panthers. Portanto, somente correr com a bola com Lindsay e Gordon provavelmente não nos fará vencer a partida.

O que fará com que os Broncos tenham chances de derrotar os Panthers é o ataque cuidar da bola, produzir pontos e nosso pass rush entrar.

Na partida do próximo domingo, precisamos que nosso quarterback cuide efetivamente da bola e pare de lançar interceptações (já são TREZE interceptações em apenas 9 jogos). É extremamente importante que Lock faça as progressões de leitura e escaneie todo o campo para encontrar nossos wide receivers e tight-ends. Se não tiver uma performance boa, dificilmente será possível derrotar a equipe da casa.

Lock tem um corpo de recebedores de qualidade e, fazendo as progressões de leitura e escaneamento de campo, tem condições de conectá-los e fazê-los punir a secundária dos Panthers, que atualmente é apenas a 19ª na liga com média de 249.2 jardas aéreas cedidas por jogo, sendo 256,7 nos últimos três jogos. Até aqui, o time já sofreu 19 touchdowns aéreos em 12 partidas, ou seja, uma média de mais de um touchdown aéreo por jogo. Neste sentido conectar Patrick, Jeudy, Hamler, Fant e companhia para explorar a fragilidade da secundária é uma das chaves para a vitória dos Broncos.

Um outro ponto relevante e importante é o nosso pass rush. É necessário que Bridgewater seja pressionado e sofra sacks e quarterback hits, pois se tiver tempo para lançar para seus recebedores ou até mesmo correr com a bola para ganhar as jardas necessárias, pode trazer problemas para nossa equipe. O quarterback dos Panthers já sofreu 19 sacks em 11 partidas na atual temporada. Precisaremos que Malik Reed, Attaochu e Chubb cheguem com bastante fome na partida para incomodarem o QB, forçando-o a se livrar da bola rapidamente e, consequentemente, a cometer turnovers.

Acredito que será um jogo bem parelho e, pelo fato da eficiência ofensiva do quarterback dos Panthers ser maior do que a do nosso quarterback, a equipe da casa conquistará a vitória!

Let’s go BRONCOS!

Palpite para a partida: Vitória dos Panthers

Placar: 24 x 20