Broncos at Panthers - Cartas na Mesa

Cartas Na Mesa: Semana 14 – at Panthers

Olá, amigue que torce para o Denver Broncos. E não é que o time jogou uma boa partida contra o Chiefs? As cartas foram jogadas da melhor forma possível e tivemos chances de vencer até o último instante. Com isso, vamos pôr as Cartas na Mesa para a partida da Semana 14 contra o Carolina Panthers e ver se nosso time consegue vencer mais uma!

Cartas na Mesa contra o Carolina Panthers

Ás de EspadasO Ás de Espadas

O Ás de Espadas é a peça fundamental, que pode desequilibrar a partida a nosso favor.

No caso da partida contra o Carolina Panthers, o Ás de Espadas é… Brandon McManus.

Brandon McManus está com 91.7% de precisão nos chutes tentados em 2020. E mais, está perfeito dentro das 50 jardas e tem 80% de precisão nos chutes acima disso. Nosso ataque tem tido dificuldade em terminar as campanhas e cada ponto conta. Então, contamos com McMoney pra pontuar sempre que o ataque engasgar.

Além disso, está como o Ás de Espadas como lembrança da temporada 2015, que vencemos o Super Bowl sobre o mesmo Carolina Panthers (como as coisas mudam, né? Ambos os times estão 4-8 neste ponto da temporada, apenas 5 anos depois), na qual McManus foi o MVP do nosso ataque.

Brandon McManus é o Ás de Espadas da partida contra o Panthers porque se nosso ataque não é 100% confiável, ele é quase isso.

CuringaO Curinga

O Curinga é aquela peça que ninguém sabe o que esperar. Seu desempenho pode nos garantir a vitória ou nos enterrar na derrota.

No caso da partida contra o Carolina Panthers, o Curinga é… Drew Lock.

E segue o baile do Lock Curinga.

Drew Lock é o pior quarterback titular da Liga. E não sou eu quem está dizendo, são as estatísticas. Tem o pior passer rating, o terceiro pior QBR e é o pior em porcentagem de passes completos, de passes interceptados e de passes no alvo. Sabe no que lidera a liga? Em porcentagem de passes ruins.

Entretanto, tem alguns momentos de brilhantismo nos quais acerta passes que não esperávamos (ou melhor, que esperávamos que acertasse sempre) e nos dá pontos preciosos. Então, é sempre uma surpresa saber que Lock teremos. A partida contra o Chiefs resume bem o ano dele. Acertou 15 passes de 28, 151 jardas, 2 TDs e 2 INTs. E aí, qual Lock teremos hoje?

Drew Lock é o Curinga da partida contra o Panthers porque é o Drew Lock.

Valete de CopasO Valete de Copas

O Valete de Copas é aquela peça que tem tanto amor no coração que é quase suicida. Suas atitudes em campo são amadas pelos adversários e causam na torcida a vontade de machadá-lo.

No caso da partida contra o Carolina Panthers, o Valete de Copas é… Pat Shurmur.

Seguinte, Shurmur precisa decidir o que vai fazer da vida. Realmente não aguento mais nosso ataque ser pífio, patético e previsível. Sim, Lock tem muita responsabilidade nisso, mas é impossível tirar o corpo do técnico da fila de problemas.

Nossas corridas são previsíveis, as chamadas ofensivas são previsíveis, há pouca criatividade, pouca agressividade – exceto quando não é necessária. O Panthers não tem tido uma boa temporada, mas ainda é um time razoavelmente perigoso. Entretanto, sua defesa é a oitava pior da Liga no todo e precisamos explorar essa fraqueza se quisermos ter chances de ganhar.

Pat Shurmur é o Valete de Copas da partida contra o Panthers porque nosso ataque não pode entrar em campo cheio de amor no coração.

Dama de CopasA Dama de Copas

A Dama de Copas é a peça que corta as cabeças dos adversários. Motivo de preocupação e atenção especial, pode destruir o jogo a nosso favor.

No caso da partida contra o Carolina Panthers, a Dama de Copas é… Justin Simmons

Justin Simmons foi nomeado pelo time como o indicado para o Walter Payton NFL Man of the Year pelo segundo ano consecutivo, o que não é surpresa pra quem sabe de todo o seu trabalho com a comunidade. Mas, em campo, não tem muito amor pelos adversários. Acaba de ser considerado por Matt Bowen, da ESPN, como o melhor safety na defesa contra o jogo corrido, é o terceiro melhor safety da liga no total pelo PFF, segundo lugar em interceptações e está no top 10 em tackles solo e recepções permitidas.

Aliás, lidera o time em tackles solo, com 60, lidera em interceptações, com 4, em passes desviados, com 7, e a partir de hoje terá de volta Will Parks como seu parceiro de secundária. Se tem alguém que a gente pode confiar que causará problemas para o ataque adversário, é Justin Simmons.

Justin Simmons é a Dama de Copas da partida contra o Panthers porque é o melhor jogador da defesa do nosso time em 2020.

Essas foram as Cartas na Mesa para a partida contra o Carolina Panthers pela semana 14 da NFL 2020. E para vocês, quem merece cada carta?


Informações da partida:

Semana 14: Denver Broncos (4-8) @ Carolina Panthers (4-8)
Data: 13/12/2020 – Domingo
Horário: 15h – horário de Brasília
Local: Bank of America Stadium – Charlotte, Carolina do Norte
Transmissão: NFL Game Pass
Odds do jogo: Panthers favorito por 3 pontos
Histórico da série: O Denver Broncos lidera a série com 5 vitórias e apenas 1 derrota, que aconteceu em 2008. Vencemos nas últimas 3 partidas que os enfrentamos, incluindo o Super Bowl 50 (sdds).

#GoBroncos