Previsão de Roster 53 – 2020

Saudações torcedores e torcedoras do laranja e azul de Denver! Parecia tão longe, mas a temporada de 2020 está chegando. Mas antes disso, o time precisa reduzir o roster de 80 (especificamente esse ano) para 53 jogadores. Sem pré-temporada, a dificuldade para prever é grande, mas vamos tentar.

Vamos direto ao assunto!

Quarterbacks (2)

  • Drew Lock
  • Jeff Driskel

Não há dúvidas quanto aos dois primeiros nomes, Lock passou todos os training camps com o time número 1, é claro. E não houve notícias de Brett Rypien assumindo o segundo ataque em nenhum momento.

Até pouco tempo, acreditava que o time levaria Brett Rypien no roster 53, por conta do histórico do OC Pat Shurmur de levar 3 QBs para a temporada. Isso ainda é possível, mas acredito que o time fará igual ano passado: dispensar Rypien e adicioná-lo ao practice squad, principalmente por causa das novas regras de jogadores no PS poderem ser ativados em até 2 jogos.

Running Backs (3+1)

  • Phillip Lindsay
  • Melvin Gordon
  • Royce Freeman
  • Andrew Beck (FB)

Nenhuma surpresa nesse grupo. Antes dos training camps, acreditava que Royce Freeman poderia ter sua vaga ameaçada por jogadores como Khalfani Muhammad e o rookie Levante Bellamy.

Mas Muhammad foi embora nos primeiros cortes e Bellamy ainda precisa evoluir nos bloqueios para ser um third down back a nível de NFL. Acredito que o time tentará colocar Bellamy no practice squad.

Wide Receivers (7)

  • Courtland Sutton
  • Jerry Jeudy
  • Tim Patrick
  • DaeSean Hamilton
  • KJ Hamler
  • Tyrie Cleveland
  • Diontae Spencer (PR)

Sutton e os dois rookies de primeira e segunda rodada, Jeudy e Hamler, já tinham lugares no roster com seus nomes. Hamler sofreu uma lesão na posterior da coxa e perdeu boa parte dos training camps. Com a nova regra de que jogadores podem retornar do IR depois de apenas 3 semanas, adicioná-lo ao IR depois dos cortes para 53 não é nenhum absurdo.

Tim Patrick e DaeSean Hamilton, mesmo com muitas dúvidas anteriores aos training camps, parecem ter assegurado uma vaga no roster e devem ser parte integrante do ataque.

A surpresa é o rookie de 7ª rodada, Tyrie Cleveland. Vem produzindo de forma constante nos training camps e acredito que fará parte do roster ativo. Diontae Spencer não teve muita competição como retornador e o time se dará o luxo de levar um jogador apenas para esse papel, afinal ele não costuma contribuir no ataque.

O rookie Kendall Hinton, o terceiranista Fred Brown e o segundanista Juwann Winfree são fortes candidatos ao practice squad, se passarem pelos waivers.

Tight Ends (4)

  • Noah Fant
  • Nick Vannett
  • Jake Butt
  • Albert Okwuegbunam

A surpresa da lista fica por conta de Jake Butt. O jogador que perdeu 3 temporadas com lesões terríveis e batalhou para ficar saudável teve um dos camps de maior destaque do time. Assim, os Broncos fazem uma força e levam o TE para o que talvez seja sua última chance em Denver.

Noah Fant é o titular absoluto, Nick Vannett foi o veterano adquirido esse ano e Albert Okwuegbunam é uma pick de quarta rodada que vem tendo destaque em jogadas na redzone. Um dos grupos mais fortes do time.

Troy Fumagalli teve um training camp forte, que foi atrapalhado por uma infecção numa cirurgia antiga e teve que fazer um pequeno procedimento para limpar a área. É um grande candidato ao practice squad. Austin Fort teve que fazer uma cirurgia de limpeza no joelho.

O curioso é que o time não adicionou Fort ao IR nem o dispensou até aqui. Talvez seja um candidato improvável a entrar pro roster e ir direto para o IR, podendo ser ativado posteriormente. Caso contrário, é forte candidato ao practice squad.

Ofensive Line (9)

  • Garett Bolles
  • Dalton Risner
  • Lloyd Cushenberry
  • Graham Glasgow
  • Elijah Wilkinson
  • Demar Dotson
  • Austin Schlottmann
  • Netane Muti
  • Calvin Anderson

Lloyd Cushenberry parece ter vencido a briga para ser center titular, mas outro nome se estabeleceu com essa briga. Austin Schlottmann parece ter batido Pat Morris e sua versatilidade como center e guard deve ser a chave para completar o roster e ser o principal backup em ambas as posições.

O resultado da briga para RT titular ainda não foi divulgado, mas Elijah Wilkinson é totalmente favorito à vaga, enquanto Demar Dotson deve ser o swing tackle do time na temporada.

Risner e Glasgow seguem firmes como guards titulares. Mesmo com Glasgow machucado (tornozelo), acredita-se amplamente que estará pronto para a semana 1. Mesmo não estando pronto, como já destacou Fangio, Netane Muti deve conquistar uma vaga no roster. O time não deve correr o risco de perder o guard promissor nos waivers.

A vaga final imagino que fique entre Pat Morris, Jake Rodgers e Calvin Anderson. Rodgers e Anderson devem ter a vantagem, já que Schlottmann ocupa a vaga de reserva de center. Apostei em Anderson por acreditar que tem um teto maior, mas também pode ser Rodgers a ocupar essa vaga.

Jogadores como Quinn Bailey e o OT Darrin Paulo, rookie adquirido via waivers, devem ser fortes candidatos ao practice squad.

Defensive Line (6)

  • Jurrell Casey
  • Shelby Harris
  • Mike Purcell
  • Dre’Mont Jones
  • McTelvin Agim
  • DeMarcus Walker

Após os Broncos trocarem Christian Covington com os Bengals em troca do ILB Austin Calitro, o grupo de defensive line ficou bastante previsível. Elway teria dito para Mike Klis alguns dias antes da troca ser divulgada que tentaria negociar o perdedor da briga entre Covington e DeMarcus Walker.

Então agora sabemos que Walker bateu Covington e conquistou novamente uma vaga no roster. O jogador está em ano de contrato e tentará mostrar uma produção que ainda não conseguiu nos três anos anteriores.

Casey é o grande nome do grupo, Shelby Harris retornou em um contrato de um ano e Mike Purcell é o nose tackle titular. Dre’Mont Jones teve um dos melhores camps dessa temporada, recebendo inúmeros elogios pela evolução.

Agim é um rookie de terceira rodada que precisa de desenvolvimento, mas que pode contribuir principalmente em situações óbvias de passe. O único que fica de fora do grupo é DeShawn Williams, que é candidato ao practice squad.

Outside Linebackers (4)

  • Von Miller
  • Bradley Chubb
  • Jeremiah Attaochu
  • Malik Reed

Grupo com absolutamente nenhuma surpresa. Von Miller e Bradley Chubb lideram o grupo com Attaochu e Reed tendo bastante utilidade, principalmente no início da temporada, já que Chubb possivelmente começa o ano jogando de forma limitada.

O maior nome fora da lista é o de Derrek Tuszka, rookie de 7ª rodada. Fangio destacou que precisa ganhar massa muscular antes de ter possibilidade de jogar a nível de NFL. O rookie não teve nenhum destaque durante os training camps e é candidato ao practice squad, onde poderá se desenvolver pensando em 2021.

Justin Hollins, que novamente transitou entre OLB e ILB, pode ser um nome híbrido para ser mantido no elenco mas, nesse cenário, optei por cortar o segundanista. Não teve bom desempenho em nenhuma das posições nos camps, mas pode ser um coringa que o time opte por levar. Caso contrário, forte candidato ao practice squad.

Inside Linebackers (4)

  • Alexander Johnson
  • Josey Jewell
  • Mark Barron
  • Austin Calitro

O grupo que mais mudou na última semana, sem dúvidas. Após perder Justin Strnad para uma lesão no pulso, os Broncos levaram Mark Barron para uma visita e assinaram um contrato de um ano com o veterano ILB/SS.

Em seguida, na sexta, o ILB e special teamer Austin Calitro foi adicionado via troca com os Bengals. E por último, a movimentação mais surpreendente: Todd Davis, que era projetado como o titular da equipe, foi liberado também na sexta-feira. A movimentação (muito questionável na minha opinião), liberou 4.5M em cap space.

Agora, Josey Jewell se projeta como o titular ao lado de Alexander Johnson, que tem tudo para evoluir no papel de principal xerife do meio do campo dos Broncos. Nomes como Joe Jones e Josh Watson tem chances de fazer o time como ILBs e acho muito possível que um deles consiga a vaga. Quem ficar de fora deve ter uma vaga no practice squad expandido do time.

Cornerbacks (6)

  • A.J. Bouye
  • Bryce Callahan
  • De’Vante Bausby
  • Devontae Harris
  • Michael Ojemudia
  • Essang Bassey

AJ Bouye e Bryce Callahan são os titulares absolutos. Atrás deles, há uma batalha para decidir quem será o terceiro CB. De’Vante Bausby, Devontae Harris, Duke Dawson e Michael Ojemudia parecem ser os nomes envolvidos na batalha.

Sem jogos de pré-temporada, é bem complicado avaliar jogadores como o UDFA Essang Bassey. Mas quando Vic Fangio diz que o jogador foi muito bem no papel de nickel, fica difícil cortar o jogador nessa projeção.

Depois da troca de Isaac Yiadom com os Giants, Bausby e Harris parecem um passo à frente de Dawson e, com Bryce Callahan como titular e Bassey emergindo como o possível UDFA a fazer o roster como um potencial reserva de nickel corner, decidi por cortar Duke Dawson nesse cenário e transformá-lo num forte candidato ao practice squad. Mas é possível que o time corte Bassey e leve Dawson ou até mesmo leve 7 CBs.

Safety (4)

  • Justin Simmons
  • Kareem Jackson
  • Trey Marshall
  • Alijah Holder

Nenhuma grande surpresa nesse grupo. Simmons e Jackson são os claros titulares e Trey Marshall era o claro safety reserva, sem muita competição pela vaga. Entre o rookie Douglas Coleman, PJ Locke e Alijah Holder, o último parece ter se destacado mais (apesar de Locke não estar muito atrás). A vaga parece ficar entre os dois.

Coleman não parece ter conseguido mostrar muito serviço com uma offseason curta e sem jogos de pré-temporada. Ele e Locke/Holder (quem não fizer o roster entre eles), são candidatos ao practice squad.

Special Team (3)

  • Brandon McManus (K)
  • Sam Martin (P)
  • Jacob Bobenmoyer (LS)

A única competição do grupo de especialistas acabou no final do mês passado, quando Wes Fansworth foi dispensado e Jacob Bobenmoyer garantiu a vaga de long snapper titular.

Brandon McManus segue como kicker do time e, junto com Von Miller, é um dos últimos remanescentes do time campeão do Super Bowl 50. Sam Martin é recém chegado, vindo de Detroit e tem a missão de estabilizar a posição de punter, que passou por inúmeras mudanças e desastres nos últimos anos.


Essa é a minha previsão, pessoal! Espero que tenham gostado. Agradecimentos ao Gustavo, que me ajudou a fechar algumas decisões na porção final do roster.

Sobre a previsão, se tem uma coisa que já aprendi, é que com certeza bastante coisa aí não vai se concretizar. O time muitas vezes faz movimentações inesperadas ou traz jogadores dispensados por outros times, que são casos impossíveis de prever. Mas a gente tenta porque é divertido e um exercício interessante para conhecer o roster do nosso próprio time!

E vocês, torcedores e torcedoras? Quem deixariam de fora dessa lista e quem trariam de volta?