Pós-Jogo – Semana 2: at Steelers

Saudações nação laranja e azul! Depois de duas vitórias seguidas do Denver Broncos em 2016 e 2018, fomos derrotados pelo Pittsburgh Steelers no Heinz Field pelo placar de 26 a 21, iniciando a temporada com um amargo 0-2. Vamos pontuar o que teve de bom e ruim neste jogo? Vamos lá.

Pontos Positivos:

  • Driskel, que assumiu a titularidade dos Broncos após Lock se lesionar, teve os seguintes números: 18 passes completados de 34 para 256 jardas, 2 touchdowns e 1 interceptação. Não são números expressivos, sei disso, mas também não são tão desastrosos;
  • Os números de nossos recebedores foram regulares: Jeudy e Fant tiveram 4 recepções cada para 62 e 57 jardas respectivamente, enquanto Hamler (em sua partida de estreia) e Sutton tiveram 3 recepções para 48 e 66 jardas respectivamente;
  • A partida de Melvin Gordon foi regular: 19 carregadas para 70 jardas, o que rende uma média de 3.5 jardas por carregada;
  • Que interceptação do Justin Simmons!
  • Shelby Harris: atleta. E bota atleta nisso. E a recuperação do Kareem Jackson: essencial.
  • Nosso time tem raça, não desiste fácil. Isso conta muitos pontos.

Pontos Negativos:

  • Lesões, lesões e mais lesões. Lindsay fora por conta de lesão no dedo do pé. Já na partida propriamente falando, ficamos sem Lock (citado acima), Sutton (fora da temporada com rompimento de ACL+MCL), Walker (panturrilha, fora por algumas semanas), Jones (fora por 4 semanas no mínimo por lesão no joelho e torção no PCL), Harris (hamstring, fora por uma semana pelo menos)… A semana não foi nada boa;
  • O fumble que Lock sofreu foi bizarro. E causou a lesão que o tirou da partida (e pelos reports ficará fora de 2 a 6 semanas);
  • Falha do Martin em um punt dentro da endzone que ocasionou um safety;
  • Já que citei nosso punter, o ST também não teve um bom dia;
  • Chubb apareceu da forma mais negativa possível;
  • Primeiro holding de Bolles na temporada (esperamos que seja o último);
  • Não entra na minha cabeça a subutilização do Fant. Simplesmente não dá pra entender;
  • Sem Lock, o jogo corrido precisou ser colocado em prática por mais vezes, mas a defesa dos Steelers estava atenta ao fato e conseguiu neutralizar as ações.

Minha opinião sobre o jogo: Segundo jogo da temporada e os torcedores imediatistas já dizem que o time está pronto para implodir a temporada e tankar pelas posições altas do Draft 2021. Tudo por conta da lesão de Drew Lock. Mas deixo aqui um questionamento: será mesmo que é para tanto desespero? A questão é que será mais um ano em que não teremos a certeza absoluta de que Lock é nosso Franchise QB. Mas, olhando pela perspectiva positiva, lutamos até o fim e perdemos por uma pontuação até baixa para o que poderia ter sido. Então por que não ter calma e paciência? Por que manter a negatividade tão em alta assim?

E vocês, torcedores? Quais são os pontos positivos e negativos que queiram destacar? Deixem nos comentários.

Aproveitem e sigam o Mile High Brasil no Twitter, no Instagram e apoiem nosso trabalho pelo Apoia.se.

Go Broncos!