De Olho No Tampa Bay Buccaneers

Saudações nação azul e laranja! Hoje é dia de projetarmos nosso adversário da semana 3: o Tampa Bay Buccaneers, que nos visitará neste domingo, 27 de setembro de 2020, às 17h25 (horário de Brasília).

Após dolorosas lesões de vários jogadores importantes na temporada como Von Miller, Drew Lock, Courtland Sutton, A.J. Bouye e Phillip Lindsay, esta partida será bem difícil para os Broncos e contra um adversário que vem de uma vitória e ajustando seu ataque a cada jogo.

Broncos x Buccaneers – Semana 3 da Temporada 2020

ADVERSÁRIO – TAMPA BAY BUCCANEERS

DATA DA PARTIDA: 27/09/2020

LOCAL: EMPOWER FIELD AT MILE HIGH – DENVER

Pontos positivos: linha defensiva e armas ofensivas.

A linha defensiva dos Bucs possui jogadores de bastante qualidade, que podem trazer problemas para a linha ofensiva dos Broncos e seu quarterback. Em duas partidas na temporada, a linha defensiva dos Bucs provocou 7 sacks e 10 hits no quarterback adversário. Jason Pierre-Paul, Ndamukong Suh, Shaquill Barrett, Devin White, Vita Vea e companhia devem tentar causar bastante pressão em Driskel para tentar efetuar sacks ao longo da partida. Assim como os Steelers, a equipe de Tampa gosta muito de utilizar blitz para aproveitar da força e explosão de seus jogadores para tentar sacar o quarterback adversário. Neste sentido, é necessário que nossa linha ofensiva tenha uma performance no mínimo boa para conseguirmos permanecer com a bola e mover as correntes para colocarmos os pontos necessários no placar para vencermos.

Nossa linha ofensiva foi um desastre na partida contra os Steelers, tendo permitido 7 sacks e 19 hits em Lock e Driskel. Portanto, é necessário que os jogadores da nossa linha ofensiva joguem bem e que segurem (no sentido correto) a linha defensiva dos Bucs, dando assim a oportunidade para Driskel ter tempo de fazer as jogadas ofensivas que podem nos ajudar a vencer a partida.

Outro ponto de destaque dos Bucs é seu poderio ofensivo. Na temporada passada, a equipe já tinha ótimas armas ofensivas como Chris Godwin, Mike Evans, O.J. Howard e Ronald Jones II. Nesta temporada melhorou ainda mais seu ataque trazendo Tom Brady, Rob Gronkowski e Leonard Fournette.

Apesar da química quarterback e recebedores ainda não ser a ideal, todos os jogadores do ataque dos Bucs são muito perigosos. Os alvos preferidos de Tom Brady até agora na temporada tem sido os wide receivers Mike Evans e Chris Godwin e o tight end O.J. Howard. Destaca-se ainda a utilização do running back Leonard Fournette, que na última partida dos Bucs contra os Panthers contribuiu com 2 touchdowns.

De forma a tentar evitar pontos por parte dos Bucs, é necessário que nossa linha defensiva e nossa secundária tenham uma partida boa e em sintonia, pois parar o jogo terrestre de Fournette e Jones II e o aéreo de Godwin, Howard, Evans e Gronkowski serão as chaves para a vitória.

É importantíssimo que nossos jogadores consigam chegar em Tom Brady para incomodar, pressionar e fazer com que se mexa no pocket, forçando assim eventuais turnovers. Até aqui, em duas partidas, Brady já sofreu 3 interceptações. Nossa linha defensiva conseguiu até aqui apenas 2 sacks e 10 QB hits, portanto, para nos mantermos na partida e com chances reais de vitória Bradley Chubb, Jeremiah Attaochu, Malik Reed e companhia terão que aparecer com destaque – especialmente Chubb, que tem muito potencial e fez uma partida bem abaixo do esperado no jogo contra os Steelers. Brady não pode se sentir confortável e com tempo para pensar e fazer as jogadas, senão podemos ser castigados.

Uma boa apresentação da nossa defesa impedirá também avanços dos running backs dos Bucs – em especial Leonard Fournette, que tem muita força e excelente potencial e vem de uma partida muito boa contra os Panthers.

Um outro ponto que precisamos melhorar para esta partida é o desempenho da nossa secundária. Apesar da boa partida do nosso safety Justin Simmons, que inclusive teve uma interceptação contra os Steelers, é importante que nossos cornerbacks joguem melhor e com muita atenção para não serem queimados por um quarterback experiente como Tom Brady, como ocorreu com Big Ben na última partida, que queimou nosso rookie Michael Ojemudia em duas oportunidades, possibilitando assim dois touchdowns para a equipe de Pittsburgh.

Pontos negativos: Falta de entrosamento ideal entre quarterback e recebedores no momento e recorde negativo de Tom Brady em Denver.

Apesar do ataque dos Bucs ser muito bom e ter bastante potencial, ainda não existe uma química perfeita entre quarterback e recebedores (conforme dito acima). Claramente por ser início de temporada e pelo fato de Tom Brady ainda não ter tanta sintonia e entrosamento com seu grupo de recebedores, alguns erros de execução estão ocorrendo. Isso é demonstrado pelo quarterback rating de Brady na temporada, que está em 43.4 (até a rodada 2), um dos piores da liga até aqui. Sendo assim, este é um ponto negativo e que deve ser explorado pelos Broncos. É essencial e importantíssimo que nossos linebackers e jogadores de defesa consigam pressionar Tom Brady, causar desconforto para que seja obrigado a lançar a bola sem tempo para pensar na jogada. Tendo em vista que o quarterback ainda está conhecendo melhor seus recebedores e se adaptando ao playbook dos Bucs, quanto mais pressão conseguirmos causarmos, maior pode ser a tomada errada de decisões, causando assim turnovers a favor dos Broncos.

Um outro fato interessante e importante ressaltar é que Tom Brady tem um recorde negativo jogando em Denver: 4 vitórias e 7 derrotas! Se há um lugar onde Tom Brady sempre teve problemas na sua carreira, este é Denver! Apesar de sabermos da qualidade e da resiliência de Tom Brady para superar adversidades, isso é um ponto negativo para os Bucs. Brady sempre teve dificuldades para jogar no Mile High, então é necessário fazer com que lembre de onde está através de muita pressão, sacks e quarterback hits!

Acredito que devido às inúmeras importantes e significativas lesões que tivemos nessa temporada, a partida será bem complicada para nossa equipe, que deverá ser muito resiliente e guerreira. No entanto, devido à qualidade do adversário e nossos numerosos desfalques importantes, acredito que a equipe dos Buccaneers tem favoritismo e maiores chances de vencer a partida!

Let’s go BRONCOS!

Palpite para a partida: Vitória dos Buccaneers

Placar: 17 x 27