RP – Semana 14 – @Houston

Saudações, torcedor dos Broncos! Denver foi até Houston e conquistou uma bela vitória contra os Texans: 38 a 24. Vamos conferir as reações da partida.

Primeiro quarto

A defesa começou com uma estratégia interessante, com disciplina dos Edges para conter Watson no pocket e colocando Toddynho como spy em uma jogada. Por outro lado, Carlos Hyde conseguiu corridas interessantes de mais de 7 jardas, mostrando que Wolfe fará falta a essa unidade. No segundo drive, Alexander Johnson força o fumble, Attaochu recupera, passa para trás para Kareem Jackson que corre 68 jardas para a End zone. Que TD defensivo maravilhoso! De maneira geral, foi um ótimo primeiro quarto da defesa, conseguindo sack, big hits, TD e mais. Falta melhorar contra o jogo terrestre.

O primeiro drive de ataque foi muito bem desenhado com play actions, corridas e um belo screen pass para TD que… Foi negado por um bloqueio ilegal pelas costas de Bolles. Mas Drew Lock conectou um belo passe de 14 jardas para Fant na End zone em uma janela apertada. TD Broncos para abrir o placar! Gostei do drive. Noah Fant conseguiu um belo catch and run para big play e Drew Lock manteve uma ótima postura no pocket, lançando a bola com precisão mesmo com a pressão na sua cara.

Segundo quarto

Para começar o período, Lock manda uma bomba para Tim Patrick e converte a terceira descida. Meu Deus, até Booker está fazendo jogadas impressionantes! E o calouro continua com tudo: belo passe para Jeff Heuerman para converter o seu segundo TD da partida, 21 a 0 Broncos! Mesmo com larga vantagem no placar, Scangarello vai deixando Lock soltar o braço. Não conquistamos um TD no segundo drive do período, mas fizemos jogadas interessantes e colocamos mais 3 pontos no placar (24-3). A defesa conseguiu uma excelente posição de campo, já em território adversário, para o último drive do período. O ataque conseguiu gastar tempo e Drew Lock executou um excelente RPO, passando para Royce Freeman entrar fácil na End zone. Mais um TD do calouro e passamos dos 30 pontos (31-3)! De negativo, ainda vemos Lock misturar mecânicas boas com alguns arremessos feitos sem fixar os pés no chão corretamente. É algo que ainda devemos ver em alguns momentos nesse período de desenvolvimento do calouro.

E como Kareem Jackson é monstro! Máquina de bater, passes desviados e muita energia. Nesse período a defesa começou meio mole, mas conseguiu segurar os Texans a um FG (21-3). Ainda falta ajustar os gaps contra o jogo corrido e corrigir as chamadas de cobertura em zona, pois Houston explorou mismatches entre seus WR e nossos LB com certa frequência. Já nos últimos dois minutos do quarto, Shelby Harris desvia o passe na linha de scrimmage e força o turnover on downs dos Texans! Belo primeiro tempo da defesa!

Terceiro quarto

Spencer deu início ao segundo tempo com um belo retorno de kickoff para a linha de 44 jardas e o ataque não decepcionou. Gastou quase 6 minutos de relógio e finalizou o drive com uma bela corrida de Phillip Lindsay para TD (38-3)! Scangarello continua deixando Lock passar a bola e o calouro não decepciona. Consegue mudar o ritmo da partida alternando lasers e touch passes, deixando a defesa adversária sem saber o que esperar. Após a tradicional entregada da secundária, nossa unidade ofensiva ia fazendo um bom drive até que Drew Lock lançou uma interceptação próximo à End zone. Courtland Sutton estava com marcação dupla e, além da péssima decisão, o lançamento deveria ter sido à frente do WR, em direção à sideline.

Os Texans mantiveram a tradição dos segundos tempos: nossa secundária é queimada e TD rápido e fácil (38-10). A defesa de Fangio foi pega de calças curtas com uma jogada quase idêntica à do TD de Keenan Allen na semana passada.

Último quarto

Basicamente, a defesa tenta evitar big plays e fazer o tempo correr. Até consegue, mas de uma maneira muito mole. Watson conduziu seu ataque campo abaixo e anotou mais um TD após indisciplina de Miller em manter sua ponta (38-17). No drive seguinte, Fangio voltou agressivo, chamando diversos tipos de blitz e mandando pressão para cima de Watson. Entre jogadas que dão certo e outras erradas, Kareem Jackson consegue uma interceptação numa bela jogada de Justin Simmons, praticamente fechando a partida. Ainda teve tempo para um TD de garbage time para os Texans (38-24), mas nada que tirasse o brilho da nossa vitória.

O ataque entrou em campo com a sombra das viradas que o time sofreu ao longo da temporada no último período. A pressão parece pesar sobre a unidade que comete duas faltas por segurada seguidas (Wilkinson e Hamilton) e tem uma primeira descida para 26 jardas na linha de 9 do próprio campo. Lock sofre o sack e Wadman entra em campo pela primeira vez para fazer um punt ruim de 39 jardas. Com 21 pontos de vantagem e 6 minutos no relógio, o ataque apenas corre com a bola para gastar relógio.

Essas foram minhas reações sobre a bela vitória dos Broncos sobre os Texans. No geral, todas as unidades fizeram uma grande partida. Kareem Jackson foi um monstro e Drew Lock continua mostrando que pode ser o QB da franquia. À conferir.

E você, caro leitor, o que achou da partida? Deixe suas impressões nos comentários. Nos vemos em breve. Go Broncos!