Em Foco - MHBr

Em Foco – Semana 8 – @ Colts


Saudações, torcedor dos Broncos! Em uma partida na qual a defesa se destacou, o ataque de Denver encontrou uma maneira de entregar o jogo. Levamos 15 a 13 do Indianapolis Colts e anotamos mais uma derrota no recorde da temporada. Vamos conferir os destaques da partida de acordo com o Pro Football Focus (PFF).

Destaques positivos da derrota para os Colts

Phillip Lindsay e Royce Freeman, RB

Numa tarde em que o ataque deu náuseas na torcida azul e laranja, a dupla foi um dos poucos pontos positivos da unidade. Combinados, correram para 99 jardas (59 de Lindsay e 40 de Freeman), em 26 carregadas – média de 3,8 jardas por carregada – para 1 TD. Também combinaram para 22 jardas aéreas. Dá para perceber que não são grandes números, mas demonstra que o jogo corrido tem uma certa regularidade, colocando sempre algo ao redor de 100 jardas por jogo além de TDs. Isso mostra que temos uma base sólida para construir esse ataque, faltando “só” o jogo aéreo encontrar alternativas.

Lindsay tem mantido boa regularidade na temporada. Fonte: Mile High Report

Chris Harris Jr, CB

Nosso CB veterano limitou bastante a atuação de TY Hilton, cobrindo de perto o melhor WR dos Colts. Permitiu apenas 2 recepções em 6 alvos para 54 jardas – incluindo a de 35 jardas no drive final do jogo. De qualquer modo, atuou como um verdadeiro shutdown CB, já que permitir apenas 54 jardas de TY Hilton não é para qualquer um. Também anotou 3 tackles, todos solo e 1 passe defendido. Se esta for mesmo a última temporada de CHJr (e parece que será), precisaremos repor ele à altura, visto que temos um grupo bom de CB, mas somente ele é elite.

Destaque MHBr: Defesa

A defesa fez um excelente trabalho no domingo, segurando os Colts na maior parte da partida. É injusto jogar o peso da derrota nos erros do último drive. Apesar do tackle perdido de Von Miller e a falta besta de Alexander Johnson, houve um holding claro em Derek Wolfe na Endzone adversária, também conhecido como safety. Mas também não vou jogar a culpa nas zebras. Quero enaltecer os números dessa defesa: 4 sacks, 9 tackles para perda de jardas, 5 passes defendidos, 8 QB hits e apenas 1 TD cedido. Isso contra uma OL muito boa. São números realmente excelentes e que mostram que, após um começo meio conturbado, Fangio e Donatell vão acertando os ponteiros e criando uma unidade que pode manter Denver competitivo durante um eventual (e necessário) rebuild. Novos talentos como Devontae Harris, Duke Dawson Jr, Alexander Johnson, Mike Purcell e até mesmo o ressurgimento de Demarcus Walker são gratas surpresas e podem ser um bom ponto de partida para a reconstrução dessa unidade. Que continuem nessa toada!

Destaques negativos da derrota para os Colts

Antes de mais nada, quero deixar claro que não concordo com a avaliação do PFF (veja neste link). Eu não considero que os jogadores abaixo foram destaques negativos. De qualquer modo, isso deixa a porteira novamente aberta para a corneta deste que vos escreve.

Courtland Sutton, WR

Me parece piada de mau gosto do PFF colocar Sutton aqui. Como nosso editor André Rodrigues já pontuou (veja aqui), nosso WR1 foi na verdade um dos melhores da partida de domingo. Sutton anotou 3 recepções em 6 alvos para 72 jardas, média de 24 jardas por recepção. Fora a tonelada de jardas por interferência de passe que ele cavou no jogo! O PFF alega que ele dropou 3 bolas, mas isso é ridículo! Fora o primeiro passe que “dropou” que talvez era recepcionável, os dois outros “drops” foram passes horríveis de Joe Flacco. Não entendi essa do PFF.

Von Miller, OLB

Números de Von Miller: 6 tackles, sendo 5 solo e 3,5 para perda de jardas, 1,5 sack e 2 QB hits. E vai me dizer que por conta do tackle perdido no fim (em uma jogada que deveria ter sido marcado safety ao nosso favor) ele é destaque negativo? Ah, para! Foi uma baita partida do Miller.

Destaque MHBr 1: Grupo de “Offensive Tackles

Vamos fazer uma análise sucinta dos nossos “OT”: Ja’wuan James jogou um total de uns 10 snaps no ano, Elijah Wilkinson é batido mais rápido que a velocidade da luz pelos adversários e Garett Bolles é bust! Eis, senhoras e senhores, nosso grupo de “OT”. Para uma ilustração da pateticidade desta unidade, peço ao leitor que observe a imagem abaixo. Perdoe a resolução, mas dá para perceber Garett Bolles no chão (nº 72) suplicando para que Justin Houston não machuque Joe Flacco. Isso simboliza nossos “OT”: falta de entendimento do jogo, falta de técnica e falta de tudo mais que possa fazer parte dos bons atributos de um verdadeiro OT. O resultado do desastre: cedemos 3 sacks, 4 QB hits, e 10 tackles para perda de jardas (!). Continuo me referindo à “unidade” entre aspas. Sem mais.

Imagem patética. Fonte: Comic Sans

Destaque MHBr 2: Joe Flacco, QB

Peço gentilmente ao leitor que analise a mesma imagem acima. Observe que há um espaço gigante vazio no pocket para que o nosso amigo Joe Flacco ajuste sua posição antes de Garett Bolles sentar no chão em ato de súplica. Nesta situação, “Cool Joe” deveria:

  • A) ajustar a posição no pocket, pedir uma pizza usando seu aplicativo favorito e depois lançar a bola para um recebedor livre
  • B) ajustar a posição no pocket, pedir uma pizza usando seu aplicativo favorito e se livrar da bola para evitar a pancada e perda de jardas ou
  • C) Segurar a bola parado, sofrer um sack e perder jardas?

Joe optou pela opção C. Não à toa, foi tão difícil chegar na zona de FG, né senhor Flacco? Em números, nosso QB completou 20 de 32 passes para 166 jardas, média (patética) de 5.2 jardas por tentativa, e um QB rating de 52.7. Ah! Ele correu uma vez para 9 jardas! Pena que não foi na jogada acima.

Estes foram os destaques de mais uma derrota dos Broncos na temporada. Deixe seus comentários abaixo. Nos vemos em breve. Go Broncos!