Em Foco - MHBr

Em Foco – Semana 15 – vs Browns

Saudações, torcedor dos Broncos! Perdemos para o Cleveland Browns por 17-16 e vimos nossas chances de ir à pós-temporada irem para o ralo. Vamos conferir os destaques desta derrota de acordo com a BSN Denver.

Os melhores da derrota para os Browns

Will Parks (S): A-, DPR 62,41

É impressionante o quanto Parks evoluiu nas últimas temporadas. Contra os Browns, ele simplesmente dominou os adversários, jogando tanto como FS, quanto como SS mais próximo ao box. A jogada em que sobe por trás do recebedor para defletir o passe foi simplesmente sensacional. Terminou a partida com 3 tackles solo e mais 1 assistido, permitindo apenas 2 recepções para meras 15 jardas. Parks parece ter se tornado um S de alto nível na NFL e ainda tem espaço para se desenvolver mais.

Adam Gotsis (DE): A-, DPR 105,69

Gotsis é outro que evoluiu imensamente nas últimas duas temporadas. Sua principal característica é a força contra o jogo corrido, mas ele também é capaz de gerar pressão pelo meio da linha e isso ficou evidente contra os Browns. Foram 5 tackles solo e mais 1 assistido, sendo 2 para perdas de jardas. O mais notável foi aquele que resultou em turnover on downs no final da partida, dando ao ataque 2 minutos para anotar um FG e vencer a partida (e o ataque…). Também anotou 2 pressões no QB e um belíssimo strip sack para colocar fogo na partida. Ainda desviou um passe na linha de scrimmage. É mais um da classe de 2016 que está voando.

Os piores da derrota para os Browns

Linha Ofensiva: média D

A OL teve outro péssimo jogo, após ter sido dominada pelos 49ers na semana 14. Myles Garrett dominou Bolles durante toda a partida; Billy Turner foi péssimo no jogo corrido, sendo empurrado para trás por qualquer frango que atacasse seu gap; Connor McGovern não é nada mais que um quebra galho de C; Wilkinson teve uma partida sofrível, tanto na corrida, quanto na proteção ao passe; Veldheer nem parece ser o mais experiente da linha, permitindo pressões em Keenum o jogo inteiro. Esta unidade foi dizimada por duas lesões chave, mas já vimos apresentações melhores do quinteto. Que melhorem contra os Raiders.

Case Keenum (QB): D-, DPR 59,43

Joseph mandou Keenum ser mais agressivo e ele assim o foi… lançando duas interceptações. A primeira eu dou um leve desconto, pois acho que Sutton poderia ter ajudado. Já a segunda, pelo amor de Deus! Levou um encontrão e lançou um balão no peito do DB. Ridículo! Fora isso, não vimos agressividade. Foi bem conservador, lançando dominantemente bolas curtas, não esticando o campo e tornando a partida ainda mais difícil, pois os Browns lotaram o box com 8-9 jogadores e não permitiram corridas substanciais. Terminou a partida com 31 passes completos de 48 (64,9%) e ZERO TD. Talvez sua partida tenha sido tão ruim por conta do senhor abaixo.

Bill Musgrave (OC com playbook de Madden): F (nota minha)

O ataque de Bill Musgrave é simplesmente patético, e seu playbook parece ter sido tirado do Madden modo Arcade. Opção de rota curta para queimar as blitzes? Pra quê? Manda o RB e o TE correr rotas Go! Box lotado, vamos usar umas rotas Out mais curtas para mover as correntes? Nada! Four verticals neles! Fora o tradicional three and out para começar quente a partida! Pelo amor, né? Desde de 2015, nosso ataque tem sido horripilante e comandado por dinossauros que parecem estar na década de 80 e com Steve Young como QB. Os ataques da NFL evoluíram de maneira substancial nos últimos anos, adotando conceitos de “College” como Spread Formations e Run Pass Option, que aproximaram os QB calouros daquilo que faziam antes de entrar na liga e expuseram as defesas a situações difíceis de marcar. Precisamos urgentemente entrar nessa era, ou continuaremos a ver um ataque que não consegue vencer partidas em que a defesa segura o adversário a 20 pontos ou menos.

Vance Joseph (HC): D-

VJ parece não ter imposição sobre seus subalternos, em especial sobre Bill Musgrave. O time entra mal e dificilmente algum ajuste é feito. Fora seus tradicionais erros em Situational Football, que custam derrotas ao time. A decisão questionável da noite foi a de chutar o FG na quarta para uma jarda faltando menos de 5 minutos para o fim e perdendo por 17-13. Eu teria feito o mesmo, mas a verdade é que perdemos o jogo. Ainda bem que não sou o HC!

Estes foram os destaques da derrota contra os Browns. Deixem seus comentários abaixo. Lembrem-se de dar uma olhada nos produtos oficiais da NFL no site da First Down. E não perca um só lance da bola oval! Assine um dos pacotes do NFL Game Pass. Ainda tem a pós-temporada pela frente! Nos vemos em breve. Go Broncos!