De olho no New York Jets

Saudações, leitores e torcedores de sangue laranja. Depois da derrota para os Chiefs no último Monday Night, os Broncos entram em campo no próximo domingo para enfrentar o New York Jets fora de casa. Cada vitória conta e estamos De Olho no nosso próximo adversário.

Denver Broncos @ New York Jets

A semana 4 não foi agradável para essas equipes. Os Jets foram até o Norte da Florida e cederam 388 jardas aéreas para Blake Bortles, na derrota por 31-12, enquanto os Broncos foram derrotados em casa por Patrick Mahomes e Andy Reid. Neste domingo, os Jets têm esperança de apresentar um futebol melhor e sair da sequência negativa de 3 derrotas e irão contar com o apoio da torcida em East Rutherford, sua casa desde 2010. Pelo lado dos Broncos, Vance Joseph e a comissão técnica, principalmente Joe Woods, precisam fazer um bom trabalho nesse jogo para afastar as críticas que estão rondando o centro de treinamento da equipe do Colorado e se manter na briga pela AFC West.

 

New York Jets – Ataque

Jets QB

Sam Darnold, Quarterback do New York Jets. Foto: Rick Osentoski.

Quarterback: Quando os Jets trocaram escolhas com os Colts para subir da sexta para terceira, nunca imaginaram que chegariam perto de Sam Darnold, afinal, os Browns obviamente escolheriam um QB, e se Darnold não fosse o escolhido por John Dorsey, com certeza Dave Gettleman, GM dos Giants, não deixaria o USC Trojan passar na 2nd pick overall.

Mas o destino sorriu para os Jets, Dorsey apostou em Baker Mayfield na 1st pick e Gettleman fez a escolha mais segura do draft, trazendo Saquon Barkley para o Big Blue. Dessa forma, os Jets se depararam com o melhor Quarterback da classe disponível na terceira escolha. Eles não titubearam e fizeram de Sam Darnold o único QB a ser escolhido no top 3 pela franquia desde o Hall Of Famer Joe Namath, em 1965.

Darnold não registra grandes números até aqui, são apenas 868 jardas, 4 TDs e 5 interceptações, com 57.5% dos passes completos e Rating de 72.6. É óbvio que o jovem QB vem tendo dificuldades, mas nossa defesa também. Percebemos na semana passada que temos uma dificuldade imensa em conter os QBs dentro do pocket, e uma dificuldade ainda maior em cobrir os passes nessa situação. Para o nosso azar, Darnold é um ótimo Scrambler e tem boa pontaria fora do pocket. Manter o QB dentro da Tackle Box deve estar no topo da lista de prioridades no domingo.

Skill Players: O grupo de recebedores é composto por Jermaine Kearse, Robbie Anderson, Quincy Enunwa, Andre Roberts e o ex-Quarteback Terrelle Pryor. Na posição de Tight End, vamos enfrentar Eric Tomlinson e Neal Sterling. Já o jogo corrido fica por conta dos experientes Isaiah Crowell e Bilal Powell.

Kearse e Anderson são os chamados “Speed Receivers” dos Jets, usados para separar os defensores, devido a sua velocidade, e abrir espaços para o passe, sem falar na ameaça de big play. Mas o principal alvo de Darnold é Quincy Enunwa e seus 1,88cm de altura e 102kg.

Esse matchup pode ser muito perigoso para nós, já que o ideal seria deixar Roby contra Enunwa, devido ao porte físico e habilidade, mas isso deixaria Adam Jones contra um dos Speed Receivers, o que não é o melhor cenário para um Corner de 36 anos. Sabemos que a especialidade de Vance Joseph sempre foi a secundária, ele conseguiu notoriedade na liga pelo seu trabalho como técnico de DBs em Cincinnati. Joe Woods também se firmou na NFL como técnico da No Fly Zone, então acredito que nossa secundária estará preparada para qualquer time de matchup no slot e no wide out.

Os Tight Ends não devem ser uma preocupação no jogo aéreo, já que combinam para um pouco mais de 50 jardas nos primeiros 4 jogos, mas são bem usados nos bloqueios para corridas, screens e na proteção ao Quarterback.

Uma das minhas preocupações para esse jogo é a possível ausência de Adam Gotsis na DL. O ex-Georgia Tech Yellow Jacket está sendo um dos nossos pilares na linha de scrimmage ao lado de Derek Wolfe e Domata Peko, mas uma lesão no joelho o fez treinar de modo limitado essa semana. O mesmo aconteceu com Todd Davis, que por sua vez, tenta se recuperar de uma lesão no ombro. Essas possíveis ausências podem prejudicar nossa Run Defense. Por outro lado, teremos a chance de ver mais snaps do rookie Josey Jewell e da eterna promessa DeMarcus Walker, se ele estiver ativo.

Linha Ofensiva: Todd Bowles conta com jogadores experientes nesse setor. O principal deles é Kelvin Beachum, considerado um Left Tackle sólido durante toda carreira, principalmente pelos 5 anos que passou em Pittsburgh, protegendo o lado cego de Big Ben. O ponto fraco do grupo é o Right Tackle Brandon Shell, que teve muitas dificuldades contra o Jaguars e foi um dos responsáveis pelo insucesso do ataque. James Carpenter, Spencer Long e Brian Winters completam a linha.

Mesmo estando abaixo do esperado em termos de estatística, Von Miller e Bradley Chubb são fatores importantíssimos na partida. São apenas 5.5 sacks combinados pela dupla até aqui, mas estão conseguindo apressar o QB com frequência e forçando o ataque adversário a ajustar o plano de jogo.

Algo que está chamando minha atenção na temporada é a forma que Woods utiliza nossos Outside Linebackers, eles são um grande fator na Run Defense, principalmente Bradley Chubb quando está no Strong Side. Na coverage, Shaq Barrett conseguiu defender um passe a 30 jardas da linha de scrimmage contra Travis Kelce. O grupo traz muita versatilidade para a Orange Crush, e acredito que mais cedo ou mais tarde os sacks vão aparecer. Espero que seja neste domingo.

 

New York Jets – Defesa

Jets DE e SS

Jamal Adams (33) e Leonard Williams (92), defensores do New York Jets. Foto: John Munson-NJ Advance Media.

Front Seven: Jogando na base 3-4, a defesa dos Jets se apoia muito no talento do Defensive End Leonard Williams, um dos melhores Interior Defenders da NFL. No Edge, Jordan Jenkins carrega o piano do Pass Rusher, enquanto o 1st rounder Darron Lee comanda as ações no segundo nível.

Nossa linha ofensiva está fazendo um ótimo trabalho no jogo corrido, mas Leonard Williams pode causar muitos problemas pelo miolo. Precisamos de um game plan especial para esse jogador. O principal desfalque para essa partida é Jared Veldheer, dessa forma, Billy Turner será o starter na direita, deixando Garrett Bolles e seus holdings pela esquerda. Jordan Jenkins é o único Pass Rusher que me preocupa. Acho que esse pode ser um jogo de afirmação para nossos Offensive Tackles.

Secundária: Esse setor costuma ser uma surpresa negativa para os Jets, já que conta com bons jogadores mas não consegue limitar os recebedores adversários. O principal Corner da equipe, Trumaine Johnson, não está ativo para partida devido a uma lesão nos quadríceps, Morris Claiborne e Buster Skryne terão a missão de parar Sanders, Sutton e um desgastado Demaryius Thomas. Os Safeties me preocupam um pouco, já que era um grande fã de Jamaal Adams e Marcus Maye no draft de 2017, e ambos foram parar nos Jets.

 

New York Jets – Special Team

Lachlan Edwards é o responsável pelos punts, ele registra uma média de 48 jardas por punt na temporada, o mais longo foi de 62 jardas e 8 dos 22 chutes morreram dentro das 20 jardas adversárias. O kicker é o experiente Jason Myers, que acertou todos os 7 Field Goals que tentou no ano, o mais longo foi de 55 jardas. Os retornos ficam por conta do veloz Andre Roberts.

 

Field Goal da semana 5

Denver Broncos 30-21 New York Jets

Vocês acreditam que sairemos de New York com a vitória ou com um amargo 2-3? Comentem e compartilhem para espalhar a palavra.

#GoBroncos!!!

E pra ficar De Olho na NFL, acesse o NFL Game Pass e assine o pacote que mais combina com você. São mais de 256 jogos ao vivo ou On Demand, NFL Network 24h por dia e documentários exclusivos do NFL Films.