De Olho no Elenco - Ataque

De Olho no Elenco: O Ataque

Olá, amigo leitor e torcedor do Denver Broncos. Depois de exagerar demais nas reações, chegou a hora de fazer uma análise séria do elenco do Broncos para a temporada. Será um post em duas partes. A primeira, hoje, falará do ataque. Estamos de Olho:

O Elenco do Ataque

Quarterbacks

#13 Trevor Siemian
#12 Paxton Lynch
#17 Brock Osweiler

Trevor Siemian é a melhor opção para o Denver Broncos no momento. Ele ganhou a competição ano passado, quando ninguém esperava por isso, e ganhou novamente, e de maneira convincente, este ano, jogando melhor que Paxton Lynch em todos os momentos.

Como canso de falar, ele jogou 10 jogos lesionado, atrás de uma OL completamente deficiente e sem jogo corrido, especialmente depois que Janovich e CJ se machucaram. Além disso, o ataque de Kubiak deveria ter ficado nos anos 90, não tem mais lugar na NFL. Por outro lado, McCoy tem grande capacidade de montar ataques que pontuam bastante, além de adaptar seu ataque para seu QB, tendo montado playbooks para Kyle Orton, Tim Tebow e Peyton Manning.

Achar que o que vimos ano passado define Trevor é, no mínimo, ingenuidade. Ele é jovem, inteligente, e mostrou na preseason que seus passes podem, sim, ter força e distância, quando chamadas para isso são feitas. Von Miller comparou Siemian um pouco a Peyton Manning, especialmente na ética profissional, na energia, postura e na “vibe” que passa ao elenco, e disse que ele está cinco vezes melhor que ano passado. E se tem alguém que pode avaliar bem o QB, esse alguém é quem está do outro lado.

Siemian precisa melhorar sua leitura pré-snap, além de aprender um pouco do famoso “autosack” do Manning, para se proteger mais, mas ele mostrou nos jogos da pré-temporada um algo a mais que ano passado. 100% saudável, acredito que ele será o líder desse time o ano todo.

Paxton Lynch ainda é o segundo QB no elenco, mas não podemos contar com ele até a semana cinco. A recuperação dele poderá ser um fator importante para sabermos o que acontecerá.

Brock Osweiler foi a melhor decisão de backup na situação, como já disse ontem. Se a recuperação de Lynch demorar, ou se Osweiler se mostrar muito superior ao que Lynch se mostrou nos treinos, o Broncos pode mover Lynch para o IR, continuando a temporada com apenas dois QBs, Trevor e Brock. Perguntado sobre se tinha sido estranho ter Brock de volta, Miller disse que é ótimo ter a energia e a personalidade dele de volta no vestiário. Siemian mostrou que, se necessário, pode ganhar jardas com as pernas, mas tenho certeza de que, para ficar inteiro o ano todo, ele conta muito com os…

Running Backs/Full Back

#22 CJ Anderson
#28 Jamaal Charles
#23 Devontae Booker
#33 De’Angelo Henderson
#32 Andy Janovich

Nenhuma novidade aqui. O Broncos tem uma boa combinação de explosão e força no backfield. Jamaal e Henderson oferecem ameaças de touchdown em qualquer vez que tocam na bola, enquanto CJ e Booker têm a força necessária para brigar por jardas. Além disso, Jamaal e CJ são ótimos no bloqueio para o passe, outra coisa fundamental para um RB.

Dito isto, se todos estiverem saudáveis o ano todo, temos tudo para ter o melhor jogo corrido da liga. Com CJ carregando o piano, Jamaal com 8 a 10 toques por partida, Booker e Henderson entrando para aliviar e Andy tratorando todo mundo em seu caminho, nosso corpo de Backs promete aliviar a pressão de Siemian, obrigar os adversários a respeitarem a corrida, o que abre possibilidades individuais no jogo aéreo. O que nos leva aos…

Wide Receivers

#88 Demaryius Thomas
#10 Emmanuel Sanders
#16 Bennie Fowler
#14 Cody Latimer
#87 Jordan Taylor
#84 Isaiah McKenzie

Provavelmente, um dos grupos no qual as decisões foram mais difíceis, tivemos ótimas opções para a posição que, felizmente, conseguimos trazer de volta para o Practice Squad, como Hunter Sharp e Marlon Brown. DT e Sanders são os líderes do elenco, e esperamos que eles não deixem Siemian na mão com drops. Ambos têm tudo para passar das 1000 jardas de novo.

A grande questão do Broncos é que, fora os dois, não temos uma terceira arma no jogo aéreo. A conexão de Siemian com Sunshine (Jordan Taylor) na preseason pode ser um desafogo para isso. Cody Latimer também apareceu melhor do que o esperado, e espero de um dos dois ser essa terceira arma forte. Bennie Fowler é confiável, mas não mais que isso, e Isaiah McKenzie não deverá aparecer quase nada no ataque, já que sua função principal é a de retornar punts, e qualquer coisa que ele poderia fazer no ataque, em termos de trick plays e jogadas diferentes, Henderson também pode, sendo mais rápido e forte. Outro fator importante para o jogo aéreo deslanchar de vez são os…

Tight Ends

#85 Virgil Green
#82 Jeff Heuerman
#83 AJ Derby

Green tem novamente seu lugar garantido, e deve ficar assim até o fim da temporada. Precisa aparecer mais no jogo aéreo, porém. Heuerman parece estar saudável e recuperado, mas assim como Green, parece ser incapaz de conseguir separação enquanto corre rotas, e isso complica para o QB. Derby é, de longe, o melhor recebedor dos três, mas não tem tanta capacidade em bloquear.

Jake Butt está na PUP List, o que significa que pode ser ativado para o elenco principal depois da semana 6. Se ele estiver 100%, é o melhor TE do elenco, e tirará a vaga de um dos outros três. Ele corre rotas melhor que os três e bloqueia quase tão bem quanto a…

Linha Ofensiva

Centers

#61 Matt Paradis
#60 Connor McGovern

Paradis está recuperado das cirurgias feitas nos quadris, e pronto para continuar a ser o melhor Center da liga. Estou interessado em ver como ele se sairá num esquema de power-block, em vez do ZBS que Kubiak usava. McGovern jogou muito bem na ausência de Paradis, e mostrou estar pronto para entrar, caso necessário.

Guards

#76 Max Garcia
#73 Allen Barbre
#65 Ron Leary
#77 Billy Turner

Esse é o grupo que mais me incomoda em todo o elenco. Garcia foi muito bem no bloqueio para o jogo corrido durante a preseason, mas não mostrou melhora no bloqueio para o passe. Barbre foi melhor no passe, mas pior no jogo corrido, e, por nenhum dos dois ter conseguido obter separação, os dois entram como titulares do lado esquerdo da linha.

Do lado direito, Leary é o titular absoluto, e demonstrou o porquê nos poucos snaps que participou. Sua capacidade é grande nas duas áreas de bloqueio, especialmente no jogo corrido. Não gostei da presença de Billy Turner como reserva. Acho que Michael Schofield mostrou muito mais serviço que Turner durante a preseason.

Tackles

#72 Garett Bolles
#75 Menelik Watson
#71 Donald Stephenson

Bolles ganhou justamente a vaga de titular, mas é bom esperarmos por altos e baixos enquanto ele aprende a posição na NFL. Watson pode não ter sido excelente, mas foi um upgrade em relação ao que tínhamos ano passado, e será especialmente bom correr do lado direito da nossa linha, atrás de Watson e Leary.

Stephenson não deveria estar aqui, na minha opinião, mas sua disposição em reestruturar novamente seu contrato fez com que ficasse. Vi coisas melhores do Sambrailo, e acho que Ty deveria ser o reserva para a posição de swing tackle. Talvez a razão pela qual Ty e Schofield tenham sido dispensados seja menos o desempenho em campo e mais a atitude. Na visão de muitos, os dois são muito bonzinhos, simpáticos e gentis, e isso não combina com o tipo de mentalidade que a nova comissão técnica quis trazer para nossa OL.

Uma visão geral do elenco do ataque

Acredito que nosso ataque será melhor que ano passado. Não riam. É sério. A esta mesma época ano passado, dizíamos que não dava para ser pior do que 2015, e como estávamos errados. Mas agora, não é só uma questão de comparação, e sim de efetividade demonstrada.

O grande diferencial será o jogo corrido. Comparando as preseasons, ano passado tivemos uma média de 104,8 jardas por partida, e 3,9 jardas por tentativa, enquanto que este ano, tivemos média de 125,2 e 4,1 jardas por carregada.

A grande dúvida aqui tem a ver com saúde. Desde que entrou no time, em 2013, CJ nunca jogou mais que 15 jogos, não tendo sido titular em mais do que 7 em nenhuma temporada. Esse é o mesmo problema com Jamaal Charles. Nos últimos dois anos, ele jogou apenas 8 jogos, 3 ano passado. Por fim, Booker passou a preseason inteira na PUP List, sem sequer treinar.

Janovich também perdeu parte da temporada passada, então temos 4 dos 5 Backs como incógnitas. Não é surpresa, então, o Broncos ter pago mais de 4 vezes o mínimo do Practice Squad para trazer Jonathan Williams. Precisamos de apoio, caso alguém se machuque.

A Linha Ofensiva parece ter melhorado bem, embora também me preocupe a questão das lesões. Watson nunca jogou mais de 12 jogos, Leary não joga uma temporada inteira desde 2014, Barbre jogou apenas uma temporada inteira nos últimos 3 anos, e Paradis voltando de duas cirurgias.

Levando em conta que Siemian também perdeu jogos por lesão ano passado, e Lynch já está machucado, a única coisa que pode impedir que esse ataque decole é se Mike McCoy tiver trazido com ele de San Diego o azar das lesões, especialmente com nossa Bye Week tão cedo, na semana 5. Me preocupa como estará a saúde do time nas semanas decisivas da temporada.

Se as notícias de enfermaria não forem negativas semana após semana, temos tudo para ter um ataque bem maiz capaz que ano passado.

E vocês? O que acham do nosso ataque para este ano?

Amanhã vem o post de análise da defesa.

#GoBroncos!