Dicionário FA MHBr

Dicionário MHBr do Futebol Americano

Olá, amigo leitor e torcedor do Denver Broncos. Não, este post não é o da segunda rodada do Draft ainda, ele virá em breve. Perguntamo-nos “de que adianta escrever 3000 palavras, se alguns leitores não sabem algumas das principais delas?” Pensando nisso, trazemos para vocês o Dicionário MHBr do Futebol Americano.

Este dicionário estará em constante expansão. Ele vai listar, em ordem alfabética, os termos, conforme o necessário, e ficará na nossa página de Aspectos do Jogo, assim, pode ser acessado facilmente. Sempre que você vir uma palavra que não entender num dos nossos posts, pode perguntar, que adicionaremos aqui. O mesmo vale para o contrário. Se você já tiver palavras que não tem a noção certa do que signficam, e quiserem que sejam adicionadas aqui, é só pedir nos comentários, que adicionamos.

As palavras serão todas apresentadas de três formas. Primeiro, em negrito, a palavra ou expressão. Segundo, em itálico, uma tradução aproximada da palavra para o português (ou a forma usada em inglês, caso a forma aportuguesada seja usual). E à frente, uma definição, do tamanho que acharmos adequado, da palavra em si. Como uma imagem vale mais que mil palavras, colocaremos algumas imagens para ilustrar conceitos mais visuais, e, na letra certa de cada palavra, haverá uma referência, do tipo “ver xxxxx”. Esperamos com isso, tornar o FA ainda mais acessível para todos os nossos leitores. Sem mais delongas, vamos lá:

Dicionário MHBr do Futebol Americano

AFC, American Football Conference: Conferência Americana. É composta pelos seguintes times: Buffalo Bills, Miami Dolphins, New England Patriots, New York Jets, Baltimore Ravens, Cincinnati Bengals, Cleveland Browns, Pittsburgh Steelers, Houston Texans, Indianapolis Colts, Jacksonville Jaguars, Tennessee Titans, Denver Broncos, Kansas City Chiefs, Los Angeles Chargers e Oakland Raiders.

AFL, American Football League: Principal rival da NFL original, as ligas se fundiram em uma só.

Árvore de Rotas, Route Tree: Forma simplificada de entender quais rotas os jogadores que receberão passes farão ao snap. Abaixo, as rotas mais usadas, e seus nomes mais comuns. A rota Go também é chamada de Fade ou Fly, e a rota In também é chamada de Dig.

Arvore de Rotas Dicionario
Audible, Aviso: Mudança de jogada feita pelo Quarterback na linha de scrimmage.

Back Judge: Juiz que fica no fundo do campo.

Backfield: Área atrás da linha de Scrimmage, geralmente onde ficam o Quarterback, Running Back e Full Back (quando existente).

Ball Carrier, Carregador da Bola: O jogador em posse da bola e que já se estabeleceu como corredor. Pode ser um running back, no momento em que recebe o handoff do Quarterback, um recebedor, depois de terminar o processo de recepção, ou o próprio quarterback, se estiver fazendo um scramble.

Blind Side, Lado Cego: No momento em que o quarterback se posiciona para fazer o passe, é o lado para o qual ele dá as costas, ficando, assim, cego sobre o que está acontecendo. Num QB destro, é o lado esquerdo. Num QB canhoto, o lado direito.

Blitz: Quando mais do que quatro jogadores da defesa correm em direção ao Quarterback.

Bola Morta, Dead Ball: A bola é considerada morta quando ela não está mais em jogo, seja após um passe incompleto, após o Ball Carrier ser dominado completamente pela defesa ou estar down by contact ou seja um fumble no qual a bola foi para fora.

Bola Solta, Loose Ball: Bola solta é um fumble que ainda não foi recuperado por nenhum dos times.

Bola Viva, Live Ball: Bola viva é a bola que ainda está em jogo.

Bootleg: Quando o quarterback, ainda em posse da bola, corre com ela na direção de qualquer uma das sidelines, sem intenção (inicial) de ir para o scramble. Geralmente envolve um play-action.

Bull Rush: Quando o defensor literalmente abaixa a cabeça e, usando sua força, empurra o jogador que o está bloqueando para trás.

Bump and Run, Bater e Correr: Técnica usada pelos cornerbacks que consiste em bater no corpo dos recebedores antes de correr para a cobertura, atrasando-o em sua rota e atrapalhando a sincronia com o quarterback. O “bump” só pode acontecer nas primeiras cinco jardas da linha de scrimmage.

Bust, Decepção: Um jogador que saiu da faculdade sendo considerado um futuro grande talento da liga, mas que decepcionou. Google por Ryan Leaf ou JaMarcus Russel

Bye Week, Semana de folga: Todos os times têm direito a uma semana de folga, entre as semanas 4 e 12, da temporada regular. Os dois melhores times de cada conferência também ganham uma semana de folga no começo dos playoffs

Center: O jogador que começa a jogada, posicionando-se no centro da linha ofensiva. Ele é o responsável por fazer o snap.

CFL, Canadian Football League: Liga Canadense de Futebol. É um esporte semelhante, mas com algumas diferenças em relação ao futebol americano.

Challenge, Desafio: Quando um treinador discorda da marcação dos árbitros em campo, ele pode desafiar, jogando sua flag vermelha em campo, desde que o snap da próxima jogada não tenha sido feito ainda.

Chop Block:O Chop Block é uma jogada geralmente ilegal, que acontece quando um jogador do ataque tenta fazer um cut block em um defensor que já esteja engajado com outro jogador do ataque num bloqueio superior. O “chop block reverso” é quando, após um cut block ser feito, um jogador de ataque se engaje num bloqueio alto.

Clipping: O clipping acontece quando um jogador faz um bloqueio baixo, geralmente abaixo da linha da cintura, por trás ou pelo lado, começando o contato por trás. É uma jogada ilegal, que geralmente resulta em 15 jardas, quando realizada pelo ataque, e 15 jardas mais primeira descida automática, quando realizada pela defesa.

Cobertura, Coverage: A forma como a secundária se disporá em campo para defender-se dos passes.

Conferência, Conference: As conferências Americana e Nacional formam a NFL. Sem orientação geográfica, via de regra, os times que formavam a antiga NFL hoje fazem parte da NFC, e os times que faziam parte da antiga AFL hoje fazem parte da AFC, mas há exceções.

Controlar o Relógio: Usar de jogadas que mantenham o relógio rodando (corridas ou passes curtos), geralmente para impedir que o adversário recupere a posse da bola, ou forçando o adversário a usar seus timeouts.

Coordenador Defensivo, Defensive Coordinator: O técnico-assistente da equipe, geralmente responsável por estabelecer o playbook defensivo, treinar os jogadores de defesa e, na maioria dos casos, fazer as chamadas da defesa durante os jogos.

Coordenador Ofensivo, Offensive Coordinator: O técnico-assistente da equipe, geralmente responsável por estabelecer o playbook ofensivo, treinar os jogadores de ataque e, na maioria dos casos, fazer as chamadas do ataque durante os jogos.

Cornerback: Jogador que faz parte da secundária/backfield defensivo. Geralmente, começa as jogadas junto às linhas laterais, e têm como função principal seguir os recebedores adversários e impedir que passes sejam completados.

Cover 2: Geralmente, quando se coloca os dois safeties da equipe, cada um cobrindo uma metade do fundo do campo, enquanto os Cornerbacks cobrem as rotas intermediárias nos cantos.

Cover 3: Geralmente, quando se coloca os dois cornerbacks e mais o free safety para cobrirem cada um um terço do fundo do campo.

Crackback: Um bloqueio ilegal realizado por um jogador do ataque, normalmente longe da jogada, geralmente por trás, num jogador cuja atenção está focada em outra área do campo.

Cut Back: O corte seco que o Running Back faz, para o meio ou para uma das laterais, geralmente focado em escapar de um defensor ou acertar o gap de forma mais precisa.

Cut Block: Bloqueio, geralmente legal, no qual um jogador do ataque se joga abaixo da linha da cintura de um jogador de defesa, buscando atrasá-lo no pass rush. Geralmente usado por jogadores que não teriam força de segurar o defensor ficando em pé na frente dele.

Defensive Back: Termo geral usado para falar de cornerbacks e safeties como um todo.

Defensive Backfield: A parte do campo que fica atrás do Front Seven defensivo. Área onde os defensive backs ficam.

Defensive End: Jogador que atua nas pontas da linha defensiva.

Defensive Tackle: Jogador que atua no meio da linha defensiva.

Defesa 3-4: Defesa que atua com 3 jogadores de linha defensiva e 4 linebackers

Defesa 4-3: Defesa que atua com 4 jogadores de linha defensiva e 3 linebackers

Delay of Game, Atraso de Jogo: Quando o ataque não consegue colocar a bola em jogo antes que o relógio de jogada chegue a 0.

Descida, Down: Cada uma das quatro chances que um time tem de avançar dez jardas.

Dime Back: O sexto defensive back em campo, geralmente o quarto cornerback, mas também podendo ser o terceiro safety ou, em casos extremos o quarto safety.

Dime Formation, Formação em Dime: Quando a defesa se posiciona com 6 defensive backs, tirando qualquer combinação de dois membros do Front Seven. É usada em situações nas quais o ataque está com 4 ou mais recebedores, geralmente em descidas longas, já que é uma formação muito fraca contra o jogo corrido.

Divisão, Division: Cada uma das conferências se divide em quatro divisões, orientadas de forma geográfica em Norte, Sul, Leste e Oeste.

Down: Ver Descida

Down by Contact: Quando um jogador em posse da bola toca no chão com qualquer parte do corpo que não seja mãos e pés, e tenha sido tocado por um defensor no momento em que ia ao chão. Um jogador que caia sozinho, e não seja tocado por nenhum jogador antes de se levantar, não é considerado down by contact, podendo continuar com a jogada.

Draft, Seleção: Evento anual composto de sete rodadas no qual cada um dos 32 times da NFL tem a chance de selecionar os melhores prospectos saindo da faculdade. Como forma de deixar as coisas mais justas, o campeão do Super Bowl é o último a escolher em todas as rodadas, e o pior time de cada temporada é o primeiro a escolher no Draft da temporada seguinte.

Drive, Campanha: Sequência de jogadas do momento em que o ataque começa sua ação ofensiva na primeira primeira descida até o momento em que sai de campo, seja com pontuação, seja com um punt.

Drop: Quando o recebedor deixa cair um passe teoricamente fácil.

Drop Kick: Uma das formas legais de se chutar para pontuações, consiste em chutar o Field Goal ou Extra Point sem um holder, recebendo direto do long snapper, deixando a bola pingar no chão e chutando em seguida. O único drop kick bem sucedido desde os anos 40 foi realizado por Doug Flutie, quarterback reserva do NE Patriots, em seu último jogo na NFL.

Dropback: Movimento executado pelo quarterback de dar passos diretamente para trás depois de receber o snap. Geralmente, varia entre 3, 5 ou 7 passos.

Encroachment: Na NFL, quando um jogador de defesa invade a zona neutra e toca num jogador do ataque antes do snap.

Endzone, Zona de Fundo: A área, geralmente colorida, que fica no fundo do campo. Ao cruzar o plano de gol, ou seja, a linha imaginária que se estende da linha branca no chão, o time de ataque marca um touchdown.

Especialistas, Special Teams: Os jogadores que entram em campo em jogadas de chute.

Extra Point, Ponto Extra: Chute realizado pelo kicker para marcar um ponto depois de um touchdown.

Face Mask: A grade de proteção do capacete. Segurar a facemask do adversário é uma falta severa na NFL, gerando 15 jardas de penalidade.

Fair Catch: Quando o retornador sinaliza com as mãos que não retornará o chute, não podendo ser tocado pelos jogadores do time adversário.

Fake Pump: Quando o quarterback finge que vai fazer um passe, fazendo toda a movimentação, mas sem que a bola saia de suas mãos.

False Start, Saída Falsa: Quando um jogador de ataque se move, dando a entender que a jogada começou, antes de o snap ser efetuado.

Fantasy Football: Modalidade de jogo na qual pessoas de um grupo selecionam jogadores para fazerem parte de seus times de fantasia. O desempenho dos jogadores em campo afeta o desempenho dos times de fantasia.

Field Goal: Chute realizado, geralmente na quarta descida, em direção às traves do fundo do campo. Se convertido, vale 3 pontos.

Field Judge: Um dos árbitros que ficam na lateral do campo.

Flag, Flanela: O pano amarelo jogado pelos árbitros para indicar que houve uma falta durante a jogada. Os técnicos portam uma flag vermelha que pode ser jogada em campo para indicar que ele desafia o resultado de uma jogada.

Flag Football: Modalidade semelhante ao futebol americano, mas realizada com menos jogadores, 5 ou 8 de cada lado, e sem tackles. Para se dar um tackle no flag, retira-se uma das flags, que são fitas presas na lateral da cintura dos jogadores.

Flea Flicker: Trick Play na qual o quarterback faz o handoff para o running back, que corre na direção da linha de scrimmage, mas devolve a bola ao quarterback antes de ultrapassá-la. O quarterback então fará o passe para algum recebedor elegível.

Formação, Formation: A maneira como uma equipe está disposta em campo. No ataque, é geralmente nomeada pelo número de running backs e tight ends, e pela forma como eles estão dispostos em campo. Na defesa, geralmente nomeada pela disposição do Front Seven e pelo número de jogadores de secundária.

Franchise Player, Estrela da Franquia: Um Franchise Quarterback, por exemplo, é um quarterback confiável, ao redor de quem se pode montar uma equipe, como Peyton Manning e Tom Brady. São os jogadores que mais vendem camisas.

Franchise Tag: Contrato de um ano oferecido por um time a um jogador a quem não querem se comprometer no longo prazo, ou usado para evitar que o jogador vire Free Agent e negocie com outros times.

Free Agent, Agente Livre: Um jogador sem contrato com nenhum time da NFL. Saiba sobre os tipos diferentes de Free Agents aqui.

Front Seven: Grupo de sete jogadores formado pelos jogadores de linha defensiva e pelos linebackers.

Fullback: Jogador que geralmente é responsável por se posicionar diretamente à frente do running back e corre em sua frente, para abrir caminho através de bloqueios.

Fumble: Quando um jogador com posse da bola a deixa escapar de suas mãos.

Gap, Buraco: Pode ser usado para se referir ao buraco que o running back esperará aparecer para correr ou, de forma mais generalizada, cada um dos espaços entre os jogadores de linha ofensiva.

Giveaway, Entregada: Quando o ataque perde a bola para a defesa, seja por fumble, seja por interceptação.

Goal Line, Plano de Gol: A linha que separa o campo da endzone.

Gunner: O jogador da equipe de especialistas, que geralmente se posiciona nas pontas da formação, especializado em correr o campo o mais rápido possível para ser o primeiro a fazer um tackle no retornador.

Hail Mary, “Joga pro alto e reza”: Quando a equipe que está perdendo está no ataque, geralmente com poucos segundos para o intervalo ou fim de jogo, o Hail Mary é uma jogada na qual todos os jogadores possíveis do ataque saem correndo para a endzone, e o quarterback enrola o máximo que pode com a bola nas mãos, e depois a lança com toda a força possível para que a bola atravesse o campo e chegue à endzone, na tentativa de algum jogador do ataque funcionar. É uma jogada difícil de ser completada, se seu quarterback não se chamar Aaron Rodgers, porque a defesa, geralmente, coloca Tight Ends e Recebedores para defender o passe.

Handoff, Entrega: Ato do quarterback de entregar a bola para o running back.

Hang Time: Termo usado para falar do tempo que a bola fica pendurada no ar. No caso de um passe, quanto mais tempo, pior, porque facilita para o defensor desviá-lo ou interceptar. No caso de um chute, quanto mais tempo, melhor, porque dá mais tempo para os jogadores da cobertura chegarem no recebedor.

Hard Count: Termo usado para designar quando o quarterback busca fazer uma contagem rápida, fingindo que o snap sairá antes do normal, numa tentativa de manipular a defesa para cometer offside.

Hashmarks: Os traços brancos no campo que fazem as marcações de jarda em jarda.

H-Back: Posição rara no FA, também conseguido como F-Back, ou Flex Back, é geralmente um Tight End que se posiciona no backfield, ajudando no bloqueio para o passe ou atuando como um segundo fullback.

Head Coach, Técnico Principal: O técnico principal de cada equipe. É responsável por coordenar o trabalho de todos os assistentes técnicos, bem como de montar o playbook geral da equipe e de tomar as principais decisões dentro e fora de campo.

Head Linesman: Árbitro que fica na lateral do campo. Geralmente, é o responsável por coordenar a equipe de corrente e o marcador de down.

Heisman Trophy, Troféu Heisman: Troféu dado ao jogador considerado como melhor jogador universitário do ano.

Holder: O jogador que segura a bola para o kicker chutar um Field Goal ou Extra Point. Geralmente, é o punter ou o quarterback reserva.

Holding, Segurada: Quando um jogador segura o adversário, restringindo seus movimentos.

Home-Field Advantage, Vantagem de Jogar em Casa: O time de cada conferência com o melhor retrospecto na temporada regular ganha a vantagem de jogar todos os jogos dos playoffs em casa.

Huddle, Reunião: A reunião que os jogadores fazem antes de cada jogada. Nela, o quarterback passa ao time as instruções recebidas para a jogada.

Hurry Up Offense, Ataque Acelerado: Jogadas rápidas, com movimentos rápidos para recomeçar, geralmente em no-huddle e com audibles. Costuma ser realizada por times que estão atrás no placar e querem marcar pontos rapidamente, ou para evitar que a defesa tenha a possibilidade de fazer substituições, facilitando que o ataque explore uma determinada formação defensiva.

I Formation, Formação I: Formação na qual o fullback se alinha diretamente atrás do quarterback, e o running back, diretamente atrás do fullback, fazendo um “I”.

Ineligible Receiver Downfield, Recebedor Inelegível no Downfield: Em jogadas de passe, os jogadores que são recebedores inelegíveis não podem andar mais que três jardas antes de a bola estar no ar. Se o passe sair, e algum recebedor inelegível estiver além da marca de três jardas, é marcada falta.

Intentional Grounding: Quando o quarterback, diante de grande pressão adversária, e ainda dentro do pocket, joga a bola numa região sem nenhum recebedor elegível. Não é intentional grounding se o quarterback não estiver sob pressão, nem se ele estiver fora do pocket.

Interceptação, Pick: Quando um jogador da defesa pega a bola passada pelo quarterback, em vez de um recebedor.

Kicker: Jogador responsável pelos chutes de pontuação. Na maioria dos casos, também é responsável pelo Kickoff

Kickoff Chute inicial de cada jogo. Também realizado após cada pontuação e no começo do segundo tempo e da prorrogação.

Lateral Pass, Passe Lateral: Quando um jogador em posse da bola lança a mesma para o lado. Costuma ser usado pelo quarterback em jogadas de screen, ou pela equipe de retornadores, quando falta pouco tempo no relógio, e a única alternativa para marcar é conseguir chegar com a bola, como se jogando rúgbi, do outro lado do campo.

Left Guard: Jogador de linha ofensiva que fica entre o Center e o Left Tackle.

Left Tackle: Jogador de linha ofensiva que fica na extremidade esquerda da linha.

Line Judge: Árbitro que fica numa das laterais do campo.

Linebacker: Jogador que compõe o Front Seven Defensivo, ficando atrás da linha defensiva. Numa defesa 3-4, os linebackers das pontas são chamados de Outside Linebackers (Linebackers Externos), e os de dentro são chamados de Inside Linebackers. Numa defesa 4-3, o linebacker do meio é chamado de Middle Linebacker. Os Inside Linebackers podem ser Sam ou Will. Sam é Inside Linebacker que fica no lado forte (Strongside) do ataque, enquanto o Will é o Inside Linebacker que fica no lado fraco (Weakside) do ataque.

Linha de Scrimmage: A linha imaginária na qual a bola está posicionada antes de começar a jogada.

Linha Defensiva, Defensive Line: Composta pelos Defensive Ends e Defensive Tackles, é a primeira linha da defesa.

Linha Ofensiva, Offensive Line: Composta pelos Offensive Tackles, Guards e Center, é a linha responsável, principalmente, pela proteção do quarterback.

Long Snapper: O “center” em jogadas de chute. Ele fica no meio da linha e faz snaps longos (por isso o nome).

Man-to-Man Coverage, Marcação Homem a Homem: Forma de cobertura na qual cada jogador da defesa é diretamente responsável por um jogador adversário.

Motion, Movimento: Movimento executado por um jogador de ataque, geralmente running back, wide receiver ou tight end, de forma paralela à linha de scrimmage, que permite que ele esteja em movimento no momento do snap.

Neutral Zone, Zona Neutra: Área que compreende toda a extensão da bola no momento anterior ao snap, que não pertence a nenhum dos dois times.

NFC, National Football Conference: Conferência Nacional. É composta pelos seguintes times: Dallas Cowboys, New York Giants, Philadelphia Eagles, Washington, Chicago Bears, Detroit Lions, Green Bay Packers, Minnesota Viking, Atlanta Falcons, Carolina Panthers, New Orleans Saints, Tampa Bay Buccaneers, Arizona Cardinals, Los Angeles Rams, San Francisco 49ers e Seattle Seahawks.

NFL, National Football League: Liga Nacional de Futebol Americano. Antes de 1970, designava apenas a liga original do país. Desde 1970, é o nome usado para designar a liga surgida da fusão das antigas AFL e NFL.

Nickel Back: O quinto defensive back a entrar em campo. Geralmente, é um terceiro cornerback.

Nickel Formation, Formação em Níquel: O níquel é a moeda de 5 centavos. O termo Nickel Formation é usado para falar de quando a defesa conta com 5 defensive backs em campo. Um jogador do Front Seven, geralmente um linebacker, sai do campo para que o Nickel Back entre em campo.

No Huddle: Quando o ataque vai para a linha de scrimmage depois de uma jogada acabar sem fazer o huddle antes das jogadas.

Nose Tackle: Numa defesa 3-4, o único defensive tackle é chamado de Nose Tackle, porque ele é, literalmente, o nariz da linha defensiva.

Odds, Chances: Em casas de apostas, as odds são as chances de determinado fato acontecer. Geralmente, usado para definir quem tem mais chances de ganhar um jogo ou o Super Bowl, as odds dizem o quanto você ganha se apostar que aquele evento vai acontecer. Quanto menores as odds, maiores as chances (de acordo com as casas de aposta) de acontecer.

Offseason, Intertemporada: Período entre o Super Bowl e o começo da Pré-Temporada.

Offside, Impedimento: Quando, no momento do snap, um jogador de defesa está além da zona neutra.

Off-Tackle, Fora dos Tackles: Termo geralmente usado para falar de quando o running back, em vez de correr pelo meio da linha, corre para fora de qualquer um dos tackles.

Onside Kick: Chute lateral, geralmente tentado por uma equipe que está sendo derrotada, no qual ela tenta recuperar a bola depois do kickoff, em vez de mandá-la direto para o adversário.

OTAs, Organized Team Activities: Período de atividades não-obrigatórias durante a offseason, no qual os jogadores e técnicos se aclimatam ao ambiente do time.

Pass Interference, Interferência de Passe: Quando um jogador usa de algum subterfúgio ilegal, empurrão, segurada ou outra coisa, para impedir que seu adversário consiga fazer uma recepção limpa.

Pass Protection, Proteção para o Passe: Ato de a linha ofensiva ou algum dos running backs de ser capaz (ou não) de bloquear os jogadores de defesa que buscam atacar o quarterback.

Pass Rush: Ato de os jogadores defensivos, geralmente Outside Linebackers ou Defensive Ends, correrem (rush) com toda a velocidade possível, na direção do quarterback adversário, numa tentativa de impedir que o passe seja feito.

Passer Rating: Número que vai de 0 a 158.3, usado oficialmente pela NFL para determinar o quão bom um quarterback foi passando a bola numa determinada partida.

Pick-Six: Interceptação retornada para touchdown.

Pistol: Formação híbrida entre o under center e o shotgun, na qual o quarterback se alinha quatro jardas atrás da linha de scrimmage. É geralmente utilizada por quarterbacks com grande capacidade atlética para eles mesmos correrem com a bola. Muito usada em ataques que trabalham com Read Option.

Plano de Gol: ver Goal Line

Play Clock, Relógio de Jogada: O tempo que o ataque tem para realizar sua jogada. Varia entre 25 e 40 segundos, dependendo do que ocorreu anteriormente.

Play-Action: Jogada na qual o quarterback finge que vai entregar a bola para o running back, que então finge que está com ela, para tentar enganar a defesa e deixar um jogador livre para receber um passe.

Playbook, Livro de Jogadas: Conjunto de todas as jogadas que uma equipe tem para jogar. Há o Playbook geral, defensivo, ofensivo e o playbook de jogo, que é a porção do playbook geral que a equipe treina durante a semana, focando-se especialmente no adversário específico.

Playmaker, Estrela: Um jogador capaz de fazer jogadas acontecerem, e que oferece ameaça de pontuação cada vez que pega na bola, se for do ataque, ou oferece perigo de acabar com qualquer jogada, se for da defesa.

Playoffs, Fase Eliminatória: Depois que a temporada regular acaba, os times, de acordo com sua posição em sua conferência, se enfrentam em três rodadas eliminatórias de turno único, e o campeão de cada conferência joga o Super Bowl.

Pocket, Bolsão: Região do backfield geralmente delimitada pelos dois tackles, que costuma ser a área de atuação do quarterback.

Practice Squad, Equipe de Treinos: Composta por até dez jogadores, podem ser ativados no roster a qualquer momento. Geralmente ajudam a treinar para formações específicas dos adversários.

Preseason, Pré-Temporada: Período no qual os jogadores ficam concentrados no CT da equipe, que envolve treinos mais específicos e quatro ou cinco jogos que servem apenas para testar jogadores e dar ritmo de jogo antes de a temporada começar.

Punt: Um chute realizado numa quarta descida na qual a equipe não tem chances de conseguir um Field Goal (ou conversão), com o objetivo de fazer o adversário começar o mais longe possível de sua endzone.

Punter: Jogador responsável por executar punts. Em alguns casos, também faz os kickoffs.

Pylon, Pilão: Os tijolos de espuma que marcam as extremidades da endzone. Um jogador que consegue encostar a bola no pylon antes de sair de campo é considerado como marcador de um touchdown.

Quarterback, Lançador: O cérebro do ataque de um time. É o jogador que geralmente recebe a bola do center, faz os passes e comanda o ataque dentro e fora de campo.

Quarterback Rating: Uma alternativa da ESPN ao Passer Rating, que é considerada por eles como mais fácil de entender, já que vai de 0 a 100, e mais justa, já que leva em conta os sacks sofridos pelo quarterback.

Read Option: Forma de ataque ou jogada na qual o quarterback, no momento em que recebe o snap, lê a defesa adversária e tem a opção de deixar a bola nas mãos do running back ou de puxá-la para si, seja para correr ele mesmo com ela, seja para fazer um passe.

Recebedor Elegível: Qualquer jogador das pontas da linha de scrimmage ou que esteja no backfield no momento do snap.

Recebedor Inelegível: Qualquer jogador que esteja na linha de scrimmage e não seja um dos jogadores das pontas dela.

Red Zone, Área de Perigo: As últimas 20 jardas do campo de ataque. É considerada área de perigo porque, mesmo que a equipe de ataque não consiga marcar um touchdown, é uma região na qual os field goals são mais fáceis de serem convertidos.

Redshirt: Na faculdade, diz-se do jogador que fica um ano sem entrar em campo. Ele é geralmente um jogador no primeiro ano de faculdade, que usa esse ano apenas para treinar, se adequar ao playbook e se tornar um atleta melhor. Prática bastante comum.

Referee, Árbitro Principal: O árbitro de boné branco. É o líder da equipe de arbitragem, responsável, entre outras coisas, por realizar o cara e coroa para o começo de partida, informar ao estádio as faltas marcadas e avaliar se os desafios feitos pelos técnicos procedem ou não.

Reverse: Jogada na qual um ball carrier começa a correr para um lado, entregando a bola para outro jogador, que levará a bola para o sentido reverso, numa tentativa de pegar a defesa desprevinida.

Right Guard: Jogador de linha ofensiva que fica entre o Center e o Right Tackle.

Right Tackle: Jogador de linha ofensiva que fica na extremidade direita da linha.

Rookie, Calouro: Jogador recém-saído da faculdade, estando em seu primeiro ano na liga.

Roster, Elenco: Os jogadores que fazem parte da equipe. Na preseason, são 99 jogadores. Durante a temporada regular, 53.

Running Back: Jogador responsável por receber a bola das mãos do quarterback e correr com ela.

Sack: Quando o quarterback, ainda em posse da bola, é derrubado ou dominado completamente por um ou mais jogadores defensivos.

Safety (Pontuação): Quando um jogador do ataque, em posse da bola, é considerado down by contact dentro de sua própria endzone. Também marcado quando a bola, em posse do ataque, sai pela lateral ou pelos fundos da endzone, ou quando um jogador de ataque comete uma falta dentro da própria endzone. Dá dois pontos ao adversário, e a equipe ainda tem que entregar a bola.

Safety (Posição): Jogador de secundária que geralmente é responsável por cobrir o meio do campo. O Free Safety geralmente é mais leve e ágil, focado em seguir um terceiro recebedor do adversário, enquanto que o Strong Safety é geralmente mais forte, responsável por ajudar especialmente na defesa contra o jogo corrido.

Scramble: Quando o quarterback, ao ver que suas opções de passes não estão disponíveis, improvisa e sai correndo com a bola.

Scrambler: Um quarterback que costuma fazer scramble com muita frequência. Termo geralmente pejorativo.

Screen: Passe lateral feito pelo quarterback.

Secundária, Secondary: Grupo de jogadores composto pelos cornerbacks e safeties.

Série: ver Drive

Shotgun: Formação na qual o quarterback se alinha sete jardas atrás da linha de scrimmage.

Side Judge: Um dos árbitros que ficam na lateral do campo.

Sidelines: As laterais do campo. Geralmente, onde ficam os bancos de reserva e as comissões técnicas.

Slot: Um recebedor que se alinha um pouco atrás da linha de scrimmage, numa distância intermediária entre os recebedores externos e a linha ofensiva.

Snap: O começo da jogada. Quando o center entrega ou lança a bola para o quarterback. Deve ser feito num movimento único e contínuo.

Special Teams: ver Especialistas

Spike: Ato de o quarterback receber o snap e imediatamente jogar a bola no chão, desperdiçando, assim, uma descida, mas parando o relógio.

Strong Side, Lado Forte: O lado da formação ofensiva com o maior número de recebedores elegíveis. Via de regra, é o lado no qual o tight end está.

Super Bowl: A grande final do futebol americano. Maior evento esportivo do mundo, reunindo os campeões dos playoffs das duas conferências.

Tackle: O ato de “bater” no adversário que está com a bola para tentar impedi-lo de progredir.

Tailback: O mesmo que running back.

Takeaway, Tomada de Bola: Quando a defesa rouba a bola do ataque adversário, seja através de fumble, seja através de interceptação.

Temporada Regular: Conjunto de 16 jogos que todas as equipes fazem na NFL.

Território: Cada metade do campo é considerada território de um dos times.

Third-and-Long: Terceira descida para dez jardas ou mais.

Three-and-Out: Situação na qual uma equipe não consegue andar dez jardas, e é obrigada a ir para o punt depois de apenas três descidas em sua campanha.

Tight End: Jogador híbrido entre wide receiver e linha ofensiva, que geralmente se alinha próximo à linha ofensiva, ajudando nos bloqueios e na proteção, mas que também corre rotas.

Timeout, Tempo: Cada equipe possui três timeouts para pedir. Nesse período, o relógio para de rodar, e a equipe se reúne com o técnico para decidir o que fazer a seguir.

Touchback: Quando um chute retornável (punt ou kickoff) cai na endzone adversária, é um touchback, e o ataque começará na linha de 25 (se for um kickoff) ou 20 (se for um punt). Também é touchback quando o retornador, em posse total da bola, decide se ajoelhar na endzone, antes que a bola tenha deixado completamente a região.

Touchdown: Marcação que vale seis pontos, acontece quando a bola, em posse de algum jogador, cruza o plano de gol adversário. Também acontece quando um passe é completado dentro da endzone.

Training Camp: Época de treinamentos que acontece antes de a temporada regular começar, na qual os jogadores, concentrados, preparam-se para pôr em prática o playbook.

Trick Play, “Jogada Engraçadinha”: Uma jogada fora do comum, geralmente utiilzada para pegar a defesa de surpresa.

Turnover: Quando se sofre turnovers, é o mesmo que giveaway. Quando se força turnovers, é o mesmo que takeaway.

Two-Minute Warning, Aviso de Dois Minutos: Alerta do Referee que informa a todos que faltam dois minutos (no relógio de campo) para o fim do primeiro ou segundo tempo (segundo e quarto quartos). É também chamada de “pausa da TV”.

Two-Point Conversion, Conversão de Dois Pontos: Após um touchdown, em vez de partir para o ponto extra, a equipe pode tentar cruzar novamente o plano de gol adversário, realizando um “minitouchdown”. Se for bem sucedida, marca dois pontos, em vez de um.

Umpire: Um dos árbitros que ficam dentro de campo.

Under Center: Formação na qual o quarterback se alinha diretamente atrás do center, recebendo o snap diretamente das mãos dele.

Unnecessary Roughness, Violência Desnecessária: Quando um jogador agride desnecessariamente um adversário, geralmente marcada por excesso de força ou força usada em momentos desnecessários, como quando a jogada já acabou, e/ou o adversário já está fora de campo.

Unsportsmanlike Conduct, Conduta Antidesportiva: Qualquer provocação ou outra atitude que não tenha a ver com o esporte (como enfiar o dedo no olho do adversário).

Uprights, Postes: São as traves que formam o “Y”, onde o kicker deve acertar para marcar um field goal ou extra point.

Vince Lombardi: Primeiro treinador vencedor do Super Bowl, duas vezes seguidas com o Green Bay Packers, também é o nome do troféu dado ao campeão do Super Bowl.

Weak Side, Lado Fraco: O oposto de strong side. É o lado do ataque com menos recebedores elegíveis.

Wide Receiver, Recebedor: Jogador rápido e alto, geralmente se posiciona nas extremidades do campo, faz rotas e é a opção primária para receber passes.

Wideout: O mesmo que wide receiver.

Wild Card, Repescagem: Primeira semana dos playoffs, que não conta com os dois melhores colocados de cada conferência.

Wildcat: Formação na qual o jogador alinhado diretamente atrás do center não é um quarterback, mas um jogador de outra posição, geralmente running back ou wide receiver.

Zone Coverage, Cobertura em Zona: Ao contrário de Cobertura Homem a Homem, na Cobertura em Zona, cada defensor é responsável por uma área do campo, seguindo o atacante adversário até o ponto em que a área dele acaba, deixando que o jogador responsável pela próxima área continue a marcação.

Repetindo, se tem alguma outra expressão que você não sabe o significado, é só colocar nos comentários, que adicionamos ao dicionário.

#GoBroncos!