Pick-six

Pick-six – 03/03/2017

Olá, leitor e torcedor de sangue azul e laranja, com a chegada da offseason, há a necessidade de um conteúdo diferente no site, pois na temporada regular temos a correria dos posts diários, onde procuramos postar a avalanche de informações disponíveis e repassá-las a vocês, agora nesse período de marasmo podemos dar um pouco mais de atenção a Broncos Country. A coluna Pick-six nasce para elucidar suas dúvidas. Aqui vocês “lançarão” as perguntas e nós “retornaremos” as respostas. As dúvidas poderão ser colocadas no formulário que estará no fim do post e será respondido na semana seguinte. Lembrando que as respostas são pessoais e não são verdades absolutas, vocês podem discutir nos comentários. Divirtam-se.

Nesse terceiro post da coluna Pick-six vamos mudar um pouco o layout da página, pra ficar mais descolado. Vejam o que acham da mudança e opinem nos comentários e nas nossas redes sociais. Então…

Vamos as questions.

 

Nosso leitor Davi Santos, de 13 anos, da cidade de São Paulo, nos mandou a seguinte pergunta: “Christian McCaffrey não seria uma boa escolha no draft? Além de ser filho de um grande ídolo do Broncos ele tem talento para ser nosso RB titular, e ainda pode ser Slot receiver e Kick returner.”  E quem responde é o nosso editor LH Almeida.

LH AlmeidaEu sou uma das vozes mais fortes a favor de draftarmos McCaffrey na nossa primeira escolha. Se você for analisá-lo como “carregador de piano”, ele não é. Não é um three-down back clássico, mas melhor que isso. Ele pode sair muito bem como Slot receiver, algo que temos sentido falta desde que Wes Welker foi embora, pode atuar como Change of Pace back, tendo um skillset diferente do que C.J. e Booker oferecem e, tão importante quanto, oferece uma opção confiável em retornos de kickoff e punt. O fato dele ser filho de um ex-jogador do Broncos só aumenta o hype, mas não é um fator na minha decisão. Ele vai correr o Combine como RB, mas fará todos os drills de Slot receiver no Pro Day, tendo passado as últimas semanas treinando rotas e catches com Brandon Stokley, um dos melhores a jogar na posição. Se não pegarmos na primeira rodada, duvido que ele esteja lá na segunda. Ele é exatamente o tipo de jogador que Bill Belichick ama, e eu odiaria vê-lo fazendo pelo Patriots tudo o que poderia fazer pelo Broncos.

 

De Guarapari no Espírito Santo, William Douglas pergunta: “Quais seriam as melhores escolhas no Draft que poderiam ajudar o time nessa temporada?” e nosso expert em draft e Head coach do Corupá Buffalos, Deivis Chiodini responde:

Antes da Free Agency fica difícil de fazer qualquer previsão, no entanto os nomes mais interessantes para a vigésima escolha seriam Forrest Lamp (OL) e Zack Cunningham (ILB) para complementar Brandon Marshall na linha defensiva, esses nomes viriam para o time de imediato, além deles poderíamos escolher o McCaffrey que vem se destacando e subindo posições, até mesmo no Combine ele foi muito bem, alinhando como Running back, no Slot e como Kick returner, esse sim seria uma bela adição por ser um coringa.

 

A outra pergunta vem do interior de São Paulo, Matheus Cunha de Jundiaí nos questiona: “Vocês acham que mesmo se Romo não vier, Elway irá atrás de Quarterbacks mais experientes nessa offseason?” e quem responde é esse que vos escreve, Renan Caversan.

O próprio John Elway disse que confia muito em seus Quarterbacks, no entanto ele não vai deixar as oportunidades passarem, acredito que mesmo com Trevor e Paxton ele ainda trará alguém para a disputa como fez ano passado com Sanchez, ou até mesmo alguém para assumir a titularidade, dependendo do que conseguir fazer com nossa OL, esse pensamento de Elway é válido.

 

Daniel Freitas, de Niterói no Rio de Janeiro quer saber: “Pessoal do MHBr, como acham que será a situação do nosso segundo ILB para a temporada que vem? Todd Davis permanece, apostaremos em Zaire Anderson ou recorremos ao Draft?” Nosso editor Leonardo Marques, responde essa.

Creio que não ficaremos com Todd Davis de titular, o jogador mostrou fraqueza na cobertura de passe, e dificultou muito a vida da nossa defesa em alguns jogos. A solução a meu ver é recorrer a Free Agency, que tem ótimos jogadores a disposição como, Malcolm Smith, Lawrence Timmons, Zack Brown e Dont’a Hightower. O valor desses jogadores pode ser alto, mas investir na posição mais carente da nossa defesa parece ideal. Trazendo um jogador experiente via FA, nos dá a liberdade para trabalhar a posição no draft. Creio que John Elway irá olhar para os Linebackers a partir do terceiro round, nesse caso teríamos Raekwon McMillan (Ohio St.), Kendall Beckwith (LSU) e Anthony Walker (Northwestern) como opções sólidas para draftar. Logo, o cenário ideal seria deixar Todd Davis esquentando o banco e investir num Free Agent, completando com uma escolha de terceiro ou quarto round.

 

Direto de Centralina, Minas Gerais, Leandro Oliveira indaga: “Em relação ao C.J. Anderson, ainda tem espaço como titular no time? E quanto aos demais? Juwan Thompson pode servir como FB em ocasiões?” O Chapecoense, Gustavo Grando diz.

Sim, C.J. ainda deve ser titular da equipe. Com a mudança na comissão técnica, muda também o foco do ataque, que passou de um ataque que deveria ser focado no jogo corrido (Kubiak), para um ataque mais equilibrado e dinâmico (McCoy). Não vejo a necessidade de trazer outro nome para assumir a titularidade, muito menos gastar uma pick alta com Christian McCaffrey, como muitos vem apostando. Em relação a Juwan Thompson, acho que suas chances com o Broncos terminaram. Já temos um ótimo FB nato, e que nem sabemos como/se será utilizado nessa temporada, não precisamos de um semi-FB reserva para ocasiões especiais.

 

Do Rio Grande do Norte, em Apodi, Vinícius Noronha quer saber: “Qual é nossa situação de Cap? Quanto temos e o que dá pra fazer com esse dinheiro? Dá pra pensar facilmente em 2 OLs de peso na Free Agency, por exemplo?” O Fábio Broncos responde o seguinte.

De acordo com o site Spotrac.com, o Denver Broncos terá aproximadamente $ 42 M de Salary Cap, o que representa uma boa quantia nesse momento, com as possíveis Tenders e assinaturas dos rookies, estaremos por volta dos $ 35 M. Com isso, é bem possível sim que venham dois OLs, um Guard e um Tackle, particularmente eu gosto muito do Andrew Withworth do Bengals, seu contrato estaria por volta dos $ 12 M por 3 anos, e seria um boa adição a OL, Ronald Leary e T.J. Lang ($ 9 M em ambos) seriam outras boas escolhas. Ainda ofereceria $ 5 M para o DeMarcus Ware devido sua liderança, ainda faltando um DL poderíamos ir atrás do Dontari Poe. Se conseguirmos contratar Withworth, Lang e Poe, nessa FA, poderemos ser onsiderados os campeões da Free Agency dessa década, pois preencheríamos lacunas importantíssimas do nosso time e nos colocaríamos como Super Bowl contender, mesmo sem um QB elite. Falando nisso, o ponto negativo seria a contratação de Romo por um contrato alto, pois se vier a um alto preço, nosso lado defensivo seria desfavorecido, pois deixaríamos de contratar um possível DL e fortaleceríamos somente o lado ofensivo da bola, não que isso seja ruim, mas temos boas escolhas para fazer.

 

Clique nesse formulário para enviar suas perguntas, para a próxima semana.

Aos leitores e torcedores que perguntaram de possíveis nomes no Free Agency para nossa OL, peço que leiam o Pick-six anterior, onde listamos alguns nomes, vários outros pergutaram sobre o draft, que também foi condensado na pergunta respondida pelo Deivis.

Mais uma vez salientando que essas respostas não são verdades absolutas e sim apenas opiniões pessoais, não só minhas mas de toda a equipe MHBr.

Lembrando que se você ainda não é um apoiador, e gostaria de ajudar nosso site, entre em apoia.se/milehighbrasil.

#GoBroncos