Recebe-se aquilo pelo qual paga

Broncrônica: Você tem aquilo que paga

Olá, amigo leitor e torcedor do Denver Broncos. Época de Natal, nós compramos presentes para todos os amigos e familiares, então decidi analisar que tipo de presentes John Elway nos comprou antes da temporada. Afinal de contas, você recebe aquilo pelo qual paga.

Temos uma defesa que, apesar dos pesares, está melhor que ano passado. Fora o jogo corrido, estamos cedendo 0.1 ponto a menos por jogo, estamos dando aos QBs adversários alguns dos piores números de sua carreira.

O Denver Broncos paga 77.505.986 Obamas na defesa. É a segunda defesa mais cara da NFL.

Por outro lado, nosso ataque tem sido incapaz de manter-se no nível que gostaríamos de manter.

O Denver Broncos paga 54.160.176 no ataque. É o terceiro ataque mais barato da NFL.

Você recebe aquilo pelo qual paga.

Em vez de continuarmos a criticar o ataque pelo mau trabalho desenvolvido até agora, é hora de botarmos um pouco da culpa em quem contratou esse ataque.

Para se ter uma ideia, na Linha Ofensiva, o setor mais criticado do ataque, nosso jogador mais caro, Donald Stephenson, tem apenas o 38º salário entre todos os OLs da liga.

Entre os tackles, Stephenson é o 20º, Okung é o 31º, enquanto Ty Sambrailo é o 77º.

Entre os Guards, Michael Schofield é o 63º, Max Garcia é o 84º.

Entre os Centers, Paradis é o 42º.

Sei que estamos falando de jogadores em salários de calouro, mas, como disse, você tem aquilo pelo qual paga.

Agora, vamos voltar a falar um pouco do outro fator do ataque. Quando as peças não ajudam muito, é importante que os técnicos ajudem.

Desde o ano passado, nossa OL tem deteriorado sua forma de jogar. Talvez seja hora de chamar alguém que realmente é especialista em Linha Ofensiva para cuidar deles.

Por fim, acho que todos ficaram surpresos com o quanto nosso ataque estava fluindo no começo do jogo passado. E acho que todos notaram como piorou depois da interceptação do Siemian. Deixem-me contar um segredinho: A culpa também foi dos técnicos.

Explico: Até a interceptação, quem estava responsável pelas chamadas era Greg Knapp, nosso coach de quarterbacks. Depois daquilo, voltou para a dupla Kubiak/Rico.

É hora de mudanças.

É hora de reverter um pouco a tendência. Depois de alterarmos nosso foco totalmente do ataque para a defesa, é hora de dar um pouco de amor ao ataque. É hora de dar ao nosso quarterback do ano que vem a proteção adequada, o suporte adequado. Não adianta você ter a melhor arma e a melhor munição se seu colete à prova de balas não aguenta um tiro. Ninguém vai para a guerra assim. Não deveríamos exigir isso de quem é responsável por atirar pelo nosso exército.

Como disse antes, você recebe por aquilo que paga. E está na hora de pagarmos mais por aquilo que queremos: proteção.

Feliz Natal!

#GoBroncos!