Garrett Graham

Conhecendo Garrett Graham

Olá, leitores e torcedores do Denver Broncos, demorou, mas chegou o post sobre nosso último free agent contratado antes do Draft, o TE Garrett Graham, mais um texano de Houston, depois de Owen Daniels e Jared Crick, Graham chega para reforçar nosso ataque com os conhecimentos do ZBS, adquiridos com nosso Head Coach quando este liderava o time do Texas.

Garrett Graham antes da NFL

Graham atuou por Winscosin em uma das divisões mais disputadas do College Football, a Big 10.

Em 2007, atuou por 13 jogos tendo 30 recepções para 328 jardas e 4 TDs.

No ano de 2008, o TE atuou por 11 jogos tendo 40 recepções para 540 jardas e 5 TDs.

Já no seu último ano em Wisconsin, Garrett teve seu ano mais prolífico do College, com 51 recepções para 624 jardas e 7 TDs, em 13 jogos.

Na análise do Combine de 2010 foram listadas suas forças e fraquezas.

O TE não tem protótipo de tamanho e força para ser um top de linha na NFL. Mas pode se ajustar como H-back ou Fullback.

Ele corre bem as rotas e é excelente na leitura das coberturas, além de encontrar os pontos fracos das defesas por zona.

É um receptor natural que pode chegar e agarrar a bola, além de ter um amplo raio de recepção. É um bloqueador disposto mas não tem tamanho para empurrar os adversário para fora da linha.

Como pontos fortes ele tem mãos macias, foi muito produtivo nas suas três temporadas pela conferência Big 10. Executa rotas precisas, e consegue achar espaços nas coberturas por zonas.

Já como pontos fracos foram listados que ele não possuía dimensão e resistência suficientes, as vezes é muito lento e não tem aceleração para conseguir a separação na cobertura homem a homem. Carece dos movimentos para ser mais produtivo e esticar o campo após a recepção.

Garrett Graham na NFL

Graham foi a escolha de quarta rodada do draft de 2010 (118 overall) pelo Houston Texans, estava entre os 10 melhores da posição naquele draft, foi listado como receptor e com uma boa disposição para bloquear.

Garrett está no seu sétimo ano na NFL, sendo os seis anos anteriores em Houston, nessas 6 temporadas o TE acumulou 1059 jardas, 10 touchdowns e 2 fumbles em 60 jogos, porém no ano passado não foi muito bem, com apenas 4 recepções para 30 jardas em oito jogos.

Nos seus 4 primeiros anos com os Texans, Graham foi backup de Owen Daniels, e disse que aprendeu muito com ele.

“Eu joguei com Owen no Wisconsin e também em Houston, esse cara me ensinou praticamente tudo o que eu sei, se ele estava me dizendo ou apenas vendo-o jogar. Ele me ajudou muito dentro e fora de campo, devo muito a ele.”

Como ele fez a transição dos Texans para os Broncos, Graham tem a vantagem de se unir a um ataque no qual ele tem certa familiaridade, pois foi treinado por Kubiak antes do técnico ir para o Colorado.

“Eu diria que me lembro da maior parte do ataque do Kubiak. Há algumas mudanças aqui ou ali que eu preciso entender, o que é normal por estar fora desse esquema há algum tempo.”

Até agora, Graham parece estar se adaptando bem ao sistema dos Broncos, Virgil Green disse que não viu Garrett dropar nenhum passe desde a sua chegada em Denver.

A respeito desse comentário Graham disse:

“Tem sido muito bom, eu tive uma boa química com todos os Quarterbacks. Parece que é um grande vestiário e um grande grupo de caras. Sem dúvida, um grande grupo de TE. Eu estive fora do começo das atividades, e esses caras estão me ajudando.”

Depois de uma temporada de 2015 em que ele não teve muito tempo em campo, o TE está querendo recuperar o ritmo nessa temporada, para isso está se preparando como bloqueador e recebedor, a fim de contribuir de várias maneiras, incluindo como um potencial Fullback.

“Estou extremamente grato pela oportunidade, e especialmente por chegar numa organização como esta, uma equipe como esta. Eu vi o que a defesa fez no ano passado, foi incrível.”

Essa adição ao ataque de Denver vem pra suprir um setor onde perdemos Daniels e Davis, o conhecimento do sistema e do técnico favorece a adaptação de Graham na equipe, no entanto ele terá muito trabalho para buscar a posição de titular.

Heuerman e Green estão na frente pelo tempo de equipe, mas com dedicação e se colocando como uma opção de bloqueador e também como Fullback, Garrett pode mostrar a que veio.

Esperamos pelo melhor, Kubiak confia nos seus Tight Ends para que seu esquema funcione plenamente. Os nomes que temos no roster são bons, e Garrett Graham vem para tentar a redenção depois de uma temporada abaixo das expectativas.

Seu contrato é de $2.8 M, por 4 anos com $620 k garantidos.

E aí, o que acharam da contratação?

*Gostaria de dedicar esse post à galera do Campo Grande Predadores, (onde estive trocando uns passes com os caras esse final de semana), em especial para o meu irmão João Pedro, OT do time. Abraço, galera e boa sorte na Super Liga.

#GoBroncos!