Free Agents de 2016 - o que fazer

Free Agents: Prioridades, Situações e Projeções

Olá, amigo leitor e torcedor do Denver Broncos. Acabou a semana de comemoração do Super Bowl, hora de arregaçar as mangas e começar a trabalhar de olho na temporada 2016, que já começa oficialmente no próximo dia 09 de março. Pensando nisso, nosso amigo Bob Morris, do In-Thin Air e figurinha carimbada no Over The Cap, preparou um texto sobre quais são as prioridades do Denver Broncos entre os Free Agents, e trazemos para vocês a tradução do texto dele.

Esse é o primeiro de uma série de textos do Bob que traremos para vocês. Ele entende de salários e cap como poucos, e acreditamos que o conhecimento e a perspectiva dele podem enriquecer muito o que todos sabemos sobre a parte mais burocrática do esporte que tanto amamos.

E só para deixar claro, trouxe o texto por ser interessante, mas posso discordar de uma ou outra opinião dele. Vocês também são livres para discordarem. E se vocês não sabem ou não se lembram dos diferentes tipos de free agents, vocês podem ler aqui antes de continuar a ler o texto.

Vamos ao post em si? Enjoy:

Posições e Prioridades

Antes de falarmos dos free agents em si, vamos analisar as posições do time, e qual o nível de prioridade, entre baixa, média e alta, para resolver os problemas na posição.

Quarterback: É provável que Peyton Manning vai pendurar as chuteiras. Assim, será importante estender Brock Osweiler e encontrar um veterano free agent que possa ajudá-lo a melhorar. Prioridade alta.

Running Back: CJ Anderson é um Free Agent restrito, que deve receber a tender. Ronnie Hillman é um Free Agent irrestrito. O Broncos ainda tem Juwan Thompson e Kapri Bibbs, mas nenhum deles parece estar nos planos de longo prazo. Espere que o Broncos vá atrás de Free Agents e do draft em busca de ajuda na posição. Prioridade Média.

Wide receiver: Andre Caldwell e Jordan Norwood são Free Agents Irrestritos, mas mesmo que os dois saiam, o Broncos tem vários receivers mais novos que são mais do que capaz de preencher papéis. Prioridade Baixa.

Tight End: O Broncos está tranquilo com Owen Daniels e Virgil Green por mais um ano e, se tudo correr bem, Jeff Heuerman estará pronto para jogar depois de ter perdido 2015 com um ACL rompido. Muitos especialistas vão dizer que é uma necessidade, mas eles se esquecem que o Broncos draftou Heuerman e não vai desistir dele. Prioridade Baixa.

Offensive Tackle: A principal pergunta a se fazer é se o time vai manter ou não Ryan Clady. Depois disso, é uma questão de descobrir o que fazer com Ty Sambrailo e Michael Schofield. O Broncos os deixa competir pela posição de RT, busca alguém no Free Agency ou será melhor draftar alguém? Quanto o Broncos precisa fazer depende muito do que acontece com Clady. Prioridade Média, se tornado alta se Clady se for.

Offensive Guard: Evan Mathis é free agent, e Louis Vasquez está no ano final do seu contrato. Max Garcia deve entrar no time titular na próxima temporada, mas o Broncos precisa considerar o draft para encontrar um guard para desenvolver atrás de Vasquez, ou o time pode ter que explorar o Free Agency se eles optarem por deixar Vasquez ir e não assinarem novamente com Mathis. Prioridade Média, se tornando alta se Mathis e Vasquez se forem.

Center: Matt Paradis e James Ferentz estão presentes e são mais do que capazes. O Broncos não precisa se preocupar em encontrar ajuda aqui. Prioridade Baixa.

Defensive End: Estender Derek Wolfe resolveu isso em parte. Entretanto, Malik Jackson provavelmente deverá jogar em outro lugar, por mais que tenho certeza de que o Broncos gostaria de mantê-lo. Eles poderiam trazer de volta Antonio Smith, mas estou esperando que o Broncos drafte pelo menos um DE porque eu não os vejo mantendo Jackson. Se Smith se for, o Broncos também vai precisar de alguém para um papel de rotação. Prioridade média, tornando-se alta prioridade se ambos Jackson e Smith se forem.

Defensive Tackle: com Sylvester Williams e Darius Kilgo no time, e Vance Walker capaz de jogar de DT, o Broncos está em boa posição aqui. Prioridade Baixa.

Inside Linebacker: Danny Trevathan é um free agent irrestrito. O Broncos terá um espaço a ser preenchido se ele se for. Prioridade Média.

Outside Linebacker: O Broncos não vai deixar Von Miller escapar. Quanto ao resto, Shane Ray e Shaquil Barrett dão ao Broncos dois jovens jogadores de qualidade. A pergunta é o que fazer com DeMarcus Ware. Se ele for liberado, o Broncos provavelmente precisará assinar um free agent. Prioridade baixa, tornando-se prioridade média se Ware se for.

Cornerback: Todo mundo que está no roster este ano também volta para 2017, então não há necessidade de ir atrás de ninguém na posição. Prioridade Baixa.

Safety: TJ Ward e Darian Stewart são titulares de qualidade, mas os jogadores de depth David Bruton Jr, Omar Bolden, Josh Bush e Shiloh Keo são todos free agents irrestritos. Pelo menos um deles deve ser mantido, preferivelmente dois, mas o Broncos precisa achar alguém que possa ser moldado para ser titular, já que Ward está no seu penúltimo e Stewart no último ano de seus contratos. Prioridade Média.

Kicker, Punter e Long Snapper: Brandon McManus e Aaron Brewer continuam, mas Britton Colquitt é um provável corte, dado que o seu número de cap é muito alto, mesmo que ele tenha melhorado de 2014 para cá. Punter é uma prioridade

Free Agents de Direitos Exclusivos

  • Sam Brenner, C/G
  • Todd Davis, ILB
  • Bennie Fowler, WR
  • Brandon McManus, K
  • Matt Paradis, C

Colocar uma tender nos cinco é uma decisão fácil de tomar. São jogadores de baixo custo que, no mínimo, são bons para a depth do time, mas caso se tornem titulares de qualidade, como McManus já o é, você tem uma barganha. E se não chegarem ao roster final de 53, nada está perdido.

Free Agents de Direitos Exclusivos

  • CJ Anderson, RB
  • Josh Bush, S
  • Brandon Marshall, ILB
  • Lerentee McCray, OLB

Tenho falado para colocar um tender de primeira rodada no Marshall, porque ele é bom demais para receber de segunda rodada. Há várias equipes que ficariam felizes em dar uma escolha de segunda rodada por ele e que estruturariam um contrato que não só o faça receber bastante dinheiro de cara, como também manteriam o bônus de assinatura baixo enquanto enfiariam um monte de dinheiro no salário base de 2016. Isso iria impedir que o Broncos equiparasse a oferta deles, já que teriam o espaço no cap comprometido para outros jogadores.

Anderson deve ficar bem sob um tender de segunda rodada, porque a maioria dos times não vai se arriscar a pagar demais por um RB que, embora talentoso, não provou ainda que realmente pode transformar um ataque. McCray e Bush não valem a tender de round original, que chegaria a mais de $1.3 M, mas dar a eles um contrato de um ano pelo valor mínimo está de bom tamanho.

Free Agents Irrestritos a Serem Liberados

  • Andre Caldwell, WR
  • Vernon Davis, TE
  • Ronnie Hillman, RB
  • Malik Jackson, DE
  • Evan Mathis, OG
  • Tyler Polumbus, OT
  • Antonio Smith, DE
  • Kyle Williams, WR

Será difícil de se despedir de alguns desses free agents, mas o Broncos não podem ter uma escolha, especialmente se pedirem muito. Para mim, o mais difícil de dizer adeus será Malik Jackson. Ele vai à procura de um contrato que o Broncos realmente não pode pagar, mesmo se tivesse o espaço no cap para acomodá-lo. Seria prender muito dinheiro a um jogador de DL, quando eles podem ter produção semelhante de um DE do draft (e a classe deste ano tem muitas opções na posição), e uma opção mais barata no Free Agency. Eu não queria que Jackson fosse embora, mas tem muita coisa contra o Broncos mantê-lo.

Perder Mathis também, não será fácil, mas ele não vai ficar mais jovem, e faz mais sentido deixá-lo ir e ficarmos mais jovens na posição de Guard. Além disso, tanto Jackson quanto Mathis devem garantir uma boa escolha compensatória para 2017.

Caldwell, Davis, Hillman e Smith são jogadores que podem também nos dar uma escolha compensatória. Não odeio tanto o Caldwell como muitas pessoas, mas o Broncos tem recebedores jovens que podem preencher o papel dele, por um preço mais baixo. Davis não funcionou como o esperado, e o Broncos deve ser capaz de encontrar um RB melhor que Hillman, que teve bastantes dificuldades no final da temporada e nos playoffs. Smith foi uma decisão difícil para mim, mas há DEs no free agency que são mais jovens que Smith e não iriam exigir grandes contratos – estes são os jogadores que provavelmente terão que aceitar algo semelhante ao que o Broncos deu a Vance Walker no ano passado. Polumbus era necessários para preencher quando outros jogadores lesionados ou com dificuldades, mas ele não é mais necessário, enquanto Williams perdeu muito tempo com lesões, e o Broncos tem outros recebedores que poderiam tomar seu lugar (mesmo caso do Caldwell).

Free Agents Irrestritos Que Podem Receber uma Oferta se Não Assinarem com Nenhum Outro Time

  • Omar Bolden, S
  • Ryan Harris, OT
  • Jordan Norwood, WR
  • Shiloh Keo, S

Bolden é o exemplo perfeito de alguém que você pode deixar testar o mercado e, se ele não encontrar nada a seu gosto, trazer de volta com um contrato de baixo custo. Tê-lo de volta iria encher o papel de retornador, mas mesmo se ele não voltar, o Broncos deve conseguir encontrar outra pessoa que pode ajudar nisso, através do draft ou com um free agent. O que acontece com Harris depende em grande parte do que o Broncos fará com Ryan Clady – se mantivermos Clady, podemos esperar um pouco antes de trazê-lo de volta, e fazê-lo se não acharmos um Right Tackle free agent que agrade. Eu não tinha certeza se eu gostaria de manter Norwood, mas seu desempenho na pós-temporada faz com que ele mereça consideração se não encontrar outro time, e o Broncos achar que precisa de um retornador com alguma experiência. Keo é alguém que o Broncos pode aguardar até depois do para ver se querem que ele venha para competir pela posição no Training Camp.

Free Agents Irrestritos Sobre os Quais Estou em Dúvida

  • Danny Trevathan, ILB

Eu gostaria de ver Trevathan ficando no Broncos, mas tenho minhas dúvidas de que isso vai acontecer. Ele é um dos melhores Inside Linebackers da NFL, mas a questão aqui é quanto salário ele vai exigir. Eu não daria a ele algo no nível de Luke Kuechly, mas Trevathan pode conseguir algo próximo a isso em outro lugar, especialmente com vários times precisando de um bom ILB e que têm espaço disponível no cap. Sendo assim, acredito que ele deve ir embora, embora concorde que o time deve, ao menos, se esforçar para trazê-lo de volta. Se ele for embora, deve render ao Broncos uma escolha compensatória para 2017.

Free Agents Irrestritos que Eu Renovaria

  • David Bruton Jr., S
  • Von Miller, OLB
  • Brock Osweiler, QB

Eles são as prioridades entre os free agents do Broncos, e devem receber um novo contrato ou, no caso do Miller, receber a franchise tag. Acredito que o Broncos vai fechar um acordo com Bruton, já que ele foi muito bem no esquema defensivo de Wade Phillips, e porque ele gosta da cidade de Denver. Além disso, renovar com Bruton resolve em parte a questão da depth na posição de Safety. Voltando ao Miller, sabemos que ele vai receber a tag, mas o Broncos vai continuar trabalhando até o limite do prazo para conseguir um acordo de longo prazo.

Acredito que o Broncos vai se acertar com Osweiler, já que Elway já afirmou que quer que ele fique em Denver mais um tempo, e esse acordo deverá ser finalizado antes que o período de free agency comece. Todo time que tinha um quarterback que queria manter já fechou com ele. A única razão que ainda não vimos isso com Osweiler é devido à presença de Peyton Manning, e se o Broncos tivesse estendido Osweiler com Peyton por perto, poderia ter sido uma distração. Mas eu espero que o Broncos faça isso assim que Peyton informar sobre suas intenções para 2016.

Teremos mais sobre Osweiler em outro post, mas estou certo de que o Broncos e o agente de Osweiler já trocaram números, e a única coisa que os impede de vir a público com isso é querer deixar que Manning tome sua decisão antes de anunciar qualquer coisa com Osweiler. Uma vez que Peyton tomar essa decisão, ou o Broncos anunciar que vai liberá-lo, por ele estar demorando demais, eles podem voltar suas atenções para anunciar sua decisão com Osweiler.

Jogadores que Provavelmente Se Vão

  • Britton Colquitt, P
  • Peyton Manning, QB

Acredito que Manning irá pendurar as chuteiras, mas se não o fizer, o Broncos precisa seguir em frente sem ele. Se Manning não faz nenhum anúncio na próxima semana ou duas, o Broncos precisa cortá-lo e seguir em frente.

Colquitt aceitou um corte de salário em 2015, mas duvide que vai aceitar fazer isso de novo, especialmente depois de jogar melhor em 2015 do que em 2014, e por sua boa apresentação na pós-temporada. É melhor deixá-lo partir e permitir que ele explore o mercado em vez de tentar negociar outro corte salarial.

Jogadores Cuja Condição Está em Aberto

  • Ryan Clady, OT
  • DeMarcus Ware, OLB
  • Louis Vasquez, OG

Acho que o Broncos pode encontrar uma maneira de reestruturar o contrato de Clady modo que ganhe menos dinheiro em 2016, mas faça dele completamente garantido, e talvez, ganhar um pouco menos de dinheiro em 2017 em uma opção do time, mas que se tornaria totalmente garantido se exercermos a opção. Outra possibilidade é estender o contrato até 2018, novamente com Clady recebendo menos dinheiro em 2016, mas com parte do dinheiro se transformando em um pequeno bônus de assinatura. Falaremos mais sobre Clady em outro post.

Ware é alguém que poderia receber uma extensão de um ano, ou simplesmente ser solicitado a aceitar um corte salarial. O Broncos precisará fazer isso antes que o bônus de $3 M dele fique efetivo. Eu acredito que, se ele não concordar com algo para reduzir seu valor de cap, ele será cortado.

Vasquez é alguém a se considerar deixar partir se o Broncos encontrar outro capaz de substituí-lo. É possível que o Broncos explore o mercado para achar um Guard free agent que se encaixe melhor no nosso esquema ofensivo, e então cortar ou trocar Vasquez. Entretanto, eu não o deixaria ir sem uma alternativa já acertada.

Ele Não Vai a Lugar Algum, Pessoal

  • Demaryius Thomas, WR

Há várias pessoas que acham que o Broncos deveria trocar o Thomas. Mas isso não vai ajudar o time do ponto de vista de cap. Trocá-lo libera apenas $2. 4 M no espaço do cap, deixando um valor de $12.8 M em dinheiro morto.

Não importa quanto do dinheiro garantido outro time aceitar pegar, o espaço liberado no cap e o dinheiro morto não vão mudar. E não faz sentido considerar isso quando Thomas nem mesmo teve uma temporada ruim. Ele pode não ter ficado entre os cinco melhores WRs na temporada, mas não é como se ele jogou no nível do DeMarco Murray. As pessoas precisam se acalmar e perceber que trocar Thomas não dá nenhuma flexibilidade ao Broncos para estender outros FAs, além de forçar o time a gastar uma escolha alta de draft num WR ou buscar um free agent, quando poderia usar esses caminhos para cuidar de outras posições.

Bom, pessoal, essa foi a opinião do Bob sobre o que deve ser feito com nossos free agentes, e quais são as prioridades do time. Concordam, discordam? Opinem!

#GoBroncos
#BackToBack