Bem-vindo de volta, Gary Kubiak

Bem-vindo de volta, Gary Kubiak!

É oficial! Uma semana depois de John Fox ter sido demitido, o Denver Broncos anunciou Gary Kubiak como seu novo Head Coach. Kubiak era minha opção favorita entre os candidatos, e assinou um contrato de 4 anos, depois de uma reunião de horas ontem, dia 18. Sua apresentação deve ser amanhã. Bem-vindo de volta ao lar! Vamos conhecer um pouco mais sobre ele?

A carreira de Kubiak como jogador

No Ensino Médio, Kubiak bateu o recorde estadual da época de jardas lançadas como Quarterback, com 6190. No College, o garoto texano ficou em casa, jogando pela Texas A&M, e liderou a conferência em jardas aéreas e touchdowns em 1982. Gary Kubiak foi draftado pelo Denver Broncos em 1983, na oitava rodada, pick 197. Foi o mesmo draft que deu ao Denver Broncos John Elway. Foi backup de Elway no Broncos entre 1983 e 1991, sendo titular em 5 jogos, e vencendo 2 deles, com 14 TDs, 16 interceptações e 1920 jardas totais. Esteve no elenco de três times que chegaram ao Super Bowl e perderam. Kubiak era o colega de quarto de Elway nos jogos fora de casa, então a sintonia dos dois vem daquela época.

A carreira de Kubiak como treinador

Gary Kubiak começou sua carreira como treinador como técnico de Running Backs da sua alma mater, Texas A&M, por duas temporadas. Depois, foi chamado por Mike Shanahan, então coordenador ofensivo do San Francisco 49ers, para ser seu técnico de Quarterbacks. Com sua ajuda, Steve Young teve uma de suas melhores temporadas, sendo MVP da temporada e do Super Bowl. O Niners foi campeão naquela temporada.

Quando Shanny foi para o Denver Broncos, para ser HC, levou Kubiak com ele, como coordenador ofensivo e técnico de Quarterbacks. O esquema de zone blocking de Kubes ajudou Terrel Davis, John Elway e companhia a chegarem a dois títulos do Super Bowl.

Em 11 temporadas de Kubiak como OC, o time passou das 66.500 jardas e chegou a 465 TDs, a maior quantidade das duas coisas no período.

Depois da temporada 2005, Kubiak foi contratado como Head Coach do Houston Texans, a mais nova das franquias da liga, que tinha penado até ali. No segundo ano de Kubiak, o Texans conseguiu seu primeiro ano sem um histórico perdedor, terminando 8-8. Dois anos depois, o time conseguiu sua primeira campanha vitoriosa, 9-7, e por pouco não foi aos playoffs.

Depois de um ano negativo, Kubiak e o Texans aproveitaram o Colts sem Manning e chegaram aos playoffs pela primeira vez, garantindo seu primeiro título divisional. O time também venceu seu primeiro jogo de playoffs naquele ano, sobre o Cincinnati Bengals.

Kubiak recebeu o prêmio de Técnico do Ano da AFC naquele ano, e teve seu contrato renovado. No ano seguinte, o Texans teve seu melhor início de temporada, 5-0, terminando eventualmente 12-4, e novamente vencendo o Bengals nos playoffs.

2013 foi um ano ruim. Kubiak teve um problema de saúde, um princípio de ataque cardíaco, mas foi tratado em tempo. Depois de Matt Schaub ter se transformado em uma máquina de interceptações, especialmente as retornadas para TD, Kubs foi demitido do Texans faltando 3 jogos pra temporada acabar, tendo vencido apenas 2 vezes no ano.

Como HC, seu recorde foi de 61-64 (desempenho muito prejudicado por seu último ano), com 2-2 nos playoffs.

Em 2014, Kubiak foi contratado para ser OC do Baltimore Ravens, e teve muito sucesso por lá. Com ele, Joe Flacco e o veterano Running Back Justin Forsett tiveram a melhor temporada regular de suas carreiras.

Sob Kubiak, nada menos que oito running backs diferentes passaram das mil jardas.

O primeiro deles foi Terrel Davis, que passou da marca três anos seguidos, entre 1995 e 1997, e ainda conseguiu uma temporada de duas mil jardas em 1998, mesmo tendo ficado de fora de 8 quartos inteiros. Olandis Gary chegou à marca em 1999, Mike Anderson, duas vezes, em 2000 e 2005, Clinton Portis, também duas vezes, em 2002 e 2003, e Reuben Droughns conseguiu em 2004 e 2005. Isso mesmo, em 2005, ele levou dois Running Backs à marca.

Pelo Houston Texans, Steve Slaton atingiu a marca em 2008 e Arian Foster conseguiu três anos seguidos, entre 2010 e 2012. Em 2014, Justin Forsett chegou a 1200, e foi mais um a atingir a marca.

Boas novas para CJ Anderson, que passou das mil de scrimmage jogando metade da temporada, Montee Ball e Juwan Thompson, que são outros dois Running Backs que devem se adequar bem ao esquema dele. Quem deve sair perdendo com isso é Ronnie Hillman, mas vamos ver como as coisas sairão.

Quanto à questão de Quarterbacks, acreditando ser este o último ano de Manning, tenho certeza de que eles podem fazer a coisa funcionar. Matt Schaub não era o mais móvel dos QBs, e Kubiak fez dele um top 10. Mas a maior contribuição de Kubiak será quando Osweiler assumir o time. Seu braço forte e seu atleticismo se encaixam perfeitamente no estilo de ataque que Kubiak gosta de ter.

Em relação a quem vai complementar a comissão técnica de Kubiak, já temos dois nomes confirmados, Rick Dennison como Coordenador Ofensivo (o que significa que Gase está fora) e Brian Pariani, como técnico de Tight Ends.

Durante a semana, farei um post sobre as caras velhas e novas da comissão técnica, que será atualizado conforme novos nomes forem confirmados.

Sobre o fator motivacional, Joel Dreessen, que jogou sob os dois HCs, Fox e Kubiak, disse que a diferença entre os dois era clara. Aos sábados, após as reuniões antes do jogo terminarem, Dreessen disse que os jogadores tinham vontade de destruir paredes, e de que o jogo chegasse logo, chegando a dizer que levaria um tiro por Kubiak. Com Fox, era apenas mais um jogo. Jake Plummer, então QB do Broncos quando Koobs saiu para ser HC do Texans, disse que chorou quando ele foi embora, tamanho era o carinho e a vontade de jogar por ele. Acho que não teremos mais um time apático.

Mas aí está. Gary Kubiak está de volta pra casa, e será o 15º Head Coach da história da franquia. Que ele obtenha como HC o mesmo sucesso que obteve como OC no Denver Broncos, e a carreira de Manning possa terminar como a de Elway: carregado por um forte jogo corrido e uma forte defesa para um troféu Lombardi.

#GoBroncos!