[Jogadores Famosos] Frank Tripucka

Frank Tripucka

Começando nossa sessão sobre jogadores famosos do Denver Broncos, fica sempre a dúvida: quem deve ser o primeiro?

John Elway, nosso histórico QB, vencedor dos dois Super Bowls que temos até hoje sempre vem à mente, mas poucos sabem que antes dele, outro QB foi histórico para o time. Seu nome: Frank Tripucka. Ele não teve tanto destaque quanto Elway, tendo até mesmo mais interceptações do que Touchdowns. Mas foi tão importante para o time que sua camisa, número 18, foi a primeira aposentada na história do time, desaposentada depois para o uso de Peyton Manning, com autorização de Tripucka.

É sobre ele, então, que escrevo o primeiro dos nossos posts sobre jogadores famosos da história da franquia.

Frank TripuckaFrank Tripucka nasceu no dia 08 de dezembro de 1927, e jogou no College Football pelo Notre Dame Fighting Irish. Jogando lá, em 1948 foi starter e foi nomeado para o All American team depois de levar seu time a uma temporada quase perfeita, 9-0-1. O único jogo que o time não venceu foi umn empate em 14 pontos contra a USC no último jogo da temporada, que fez com que o time ficasse em segundo na liga universitária.

Por causa de seu excelente desempenho universitário, foi a primeira escolha geral do draft de 1949, selecionado pelo Philadelphia Eagles, mas nunca chegou a jogar lá, visto que foi trocado com o Detroit Lions antes da temporada começar. No Lions, ele fez uma temporada, digamos assim, ruim, com 9 TDs e 14 interceptações. Muito abaixo do esperado para um QB que demonstrou tanto serviço no College.

Por causa de seu desempenho, Frank Tripucka foi trocado com o Cardinals, então sediado em Chicago, onde jogou pelos próximos três anos (dois como QB e um como Punter!). No seu terceiro ano no Cardinals, ele jogou seis jogos pelo Dallas Texans. Nesses três anos, ele teve números ruins também, 6 TDs e 8 INTs em Chicago, e 3 TDs e 17 INTs no Texans.

Com esses números péssimos, ele logo perdeu espaço na NFL, e encontrou seu caminho na Canadian Football League, jogando pelo Saskatchewan Roughriders entre 1953 e 1959, tendo uma breve passagem por outro time, o Ottawa Rough Riders (eles não são lá muito criativos, não é mesmo?).

Na temporada de 1959, porém, algo bem estranho aconteceu. Cada time só podia ter no máximo 12 jogadores “importados”, vindos de outros países. Como o Riders já tinha os 12, Tripucka ficou de técnico assistente. Acontece porém que os três QBs do time haviam se machucado faltando dois jogos para o fim da temporada. O técnico principal do time, Frank Filchock, decidiu ignorar as regras e colocar Frank pra jogar. Obviamente, a liga considerou os dois jogos como derrotas para o time deles, mas os jogos foram jogados da mesma forma. No primeiro, derrota real, por 20 a 19, para os Edmonton Eskimos. No segundo, porém, Tripucka completou 17 de 29 passes, e seu companheiro Ferdy Burket correu para 5 TDs. O placar final foi uma “derrota” para o Winnipeg Blue Bombers, apesar de o placar final ter sido ‘Riders 37 x 30 Bombers. Só no Canadá.

Frank TripuckaEm 1959, com a fundação da AFL, American Football League, muitos empregos foram abertos para jogadores e comissão técnica, especialmente para os vindos da CFL e das ligas menores. O Coach do Roughriders, Frank Filchock foi contratado pelo recém-fundado Denver Broncos, e levou com ele Tripucka para ser seu assistente.

O time era tão ruim, porém, que ao final do Training Camp para a temporada de 1960, Tripucka foi escolhido para ser o starter na posição de QB. Ele acabou sendo o primeiro QB da história da NFL a lançar para mais de três mil jardas, tendo lançado 3038. Seu aproveitamento, porém, não foi tão bom assim, com 24 TDs e 34 INTs.

Ao contrário da maioria dos outros times, nosso Broncos lançava muito a bola, e a parceria predileta de Tripucka era Lionel Taylor. Ele nunca foi um QB brilhante, mas foi um excelente líder, e conseguiu transformar um amontoado de caras num time. Maior ainda sua distinção porque, apesar de ter um aproveitamento negativo, ele foi o primeiro QB a liderar um time com 50% de vitórias, 7-7 na temporada de 1962 (feito apenas repetido novamente na década de 70), que fez com que fosse indicado para a seleção de All Stars da AFL naquele ano.

De recordes, ele detinha até 2000 o de mais jardas lançadas em um jogo, com 447, que foi quebrado por Brian Griese, e depois ultrapassado novamente em 2003 por Jake Plummer. Além disso, ele é o recordista de TDs lançados em um único jogo, com 5, contra o Buffalo Bills em outubro de 1962. De recorde negativo, nenhum outro QB teve mais interceptações que ele em uma única temporada (34 em sua primeira conosco).

Pelo Broncos, Frank Tripucka acertou 662 de 1277 passes tentados, aproveitamento de 51,8%, de longe o melhor de sua carreira. Foram 51 TDs e 85 interceptações, nos 44 jogos que jogou pelo time de Mile High. Em toda sua carreira, foram 151 TDs e 260 INTs. Números razoavelmente baixos, mas que podem ser explicados pelo fato de que ele era um Punter que jogava de QB. Como Punter foi muito bem, tendo uma média de 41,6 jardas por punt por toda sua carreira, chegando a incríveis 49,2 jardas por punt na temporada de 1958.

Ele ainda voltou ao Saskatchewan Roughriders em 1963, mas jogou apenas mais 4 jogos antes de se aposentar.

Frank TripuckaSua camisa, número 18, foi aposentada pelo Broncos até a temporada passada, e, quando perguntado a respeito, Peyton Manning disse que era uma honra imensa vestir a camisa do primeiro quarterback histórico a jogar pelo nosso time. Ele foi alçado ao Anel da Fama do Mile High Stadium em 1986, e era um distribuidor de cerveja aposentado, vivendo tranquilamente em Nova Jersey, até falecer dia 12/09/2013, aos 85 anos.

Bom, é isso, pessoas, espero que tenham gostado. Esse foi só o primeiro de muitos jogadores famosos que fizeram a história do nosso Denver Broncos tão brilhante quanto é.

Um abraço, e até a próxima!