Aspectos do jogo I: Cornerback

Além de divulgar notícias atualizadas e em português sobre o nosso querido Denver Broncos, uma das propostas deste site é aprofundar o conhecimento de todos nós a respeito das nuances do esporte. Para isso, estou começando uma série sobre alguns aspectos do jogo que podem gerar ótimas discussões para a gente.

O primeiro assunto que escolhi é a posição de Cornerback. Sabemos que existem muitos tipos diferentes de CBs, com diferentes tarefas em campo para cada perfil, posicionamento, e etc. e é isso o que tentarei abordar abaixo neste artigo. Se você quiser dar uma olhada em todos os artigos da série, confira aqui a lista completa de todos os assuntos já abordados.

 

Alinhamento em campo

Existem três tipos diferentes de alinhamento para um cornerback. Os nomes variam, então vou usar os que tenho maior familiaridade. Esse alinhamento determina de qual maneira o CB vai fazer a cobertura na próxima jogada. Cada um deles tem vantagens e desvantagens.

Tight
Este alinhamento traz o cornerback o mais próximo possível do WR que a linha de scrimmage permite. Normalmente ele indica que o CB vai fazer o “bump and run”. Ou seja, que o CB vai bater no WR quando este começar a se mover, para então acompanhá-lo de perto em sua rota. A vantagem disso é tirar o timming da jogada, além de atrasar um pouco os WRs que sejam mais rápidos que seu marcador. As desvantagens são que o cornerback fica preso facilmente num bloqueio se a jogada for uma corrida e que se o bump não for bem executado, o CB estará perdido e batido desde o começo.

On
No “on”, o cornerback vai se posicionar 1 ou 2 jardas atrás da linha de scrimmage. Isso permite a ele tempo de reagir contra passe ou corrida, ainda ficando perto o suficiente do jogador que estará cobrindo. Muitos CBs que jogam bem em zone coverage alinham assim, além de ser o alinhamento mais comum para man coverage também.

Off
O alinhamento “Off” é bastante interessante. Nele, o cornerback se alinha bem atrás da linha de scrimmage, cerca de 10 jardas. Na maioria das vezes isso indica que o CB vai permitir passes curtos, mas não quer que seu WR consiga se distanciar dele. Isso acontece mais quando o WR tem mais velocidade que o CB que o está marcando e serve para evitar jogadas longas.

Champ Bailey é um jogador com tanta velocidade que consegue se alinhar assim para ler o QB e o WR a distância, mas ainda assim conseguir chegar a tempo para uma interceptação em caso de passe curto. Ele cobre à distância na maioria do tempo e usa isso pra ter um segundo a mais para perceber a jogada. Em jogadas mais longas, ele usa sua velocidade para ficar junto ao WR.

 

champ bailey

Champ Bailey, uma lenda do Broncos.

Agressividade x Conservadorismo

O primeiro trabalho de qualquer cornerback é prevenir recepções e o ganho de jardas após recepções. Alguns técnicos gostam que seus CBs corram um pouco mais de risco e tentem interceptações, mesmo que isto custe algumas recepções em cima dele. Outros preferem que eles apenas batam na bola e joguem de um jeito mais seguro.

Um ponto em comum de todos os técnicos, é que eles querem que seus CBs saibam tacklear o WR no momento da recepção. Se isso for feito muito cedo, é falta; muito tarde, e o WR vai conseguir muitas jardas. A coisa mais difícil para se ensinar aos CBs jovens é esse timing do momento de bater no recebedor.

 

Over x Under

Quando um cornerback está cobrindo seu WR, tem duas maneiras de se fazer isso. “Over” significa que ele se posiciona entre o seu recebedor e a sua endzone, enquanto “under” significa que ele se posiciona entre seu recebedor e o QB adversário.

Fazer a cobertura em “over” dá menos chance de uma grande jogada para o ataque além de uma maior chance de tackle em caso de recepção. Já fazer a cobertura em “under” oferece mais risco, porém uma recompensa maior já que o cornerback está na posição de conseguir uma interceptação com mais facilidade.

Os técnicos costumam considerar a qualidade do CB e do WR, o placar, a posição de campo e alguns outros fatores quando decidem que tipo de cobertura seus jogadores farão naquele momento.

 

Man Cover x Zone Cover

Os CBs fazem dois tipos de cobertura diferentes. Alguns são melhores em man coverage, ou seja, ficam colados no recebedor em toda a sua rota; e outros em zone coverage, que geralmente são CBs não tão rápidos mas bons no timming de bater no recebedor e potencialmente causar fumbles. Teoricamente, todos os CBs deveriam ser capazes de fazer as duas coisas, mas cada jogador sempre tem mais talento para uma das duas tarefas.

 

“Lock-Down” Corner

Um monte de gente já ouviu falar deste termo. Saibam que ele não é real no esporte, mas apenas uma invenção da mídia. Ele significa que determinado cornerback possui talento elite, capaz de cobrir qualquer jogador a qualquer momento da partida. Champ Bailey provavelmente é o mais próximo na NFL que se conhece seguindo esse conceito, embora outros como Darrelle Revis também tenham um nível incrivelmente alto.

 

Espero que vocês tenham achado útil esse artigo, assim posso continuar analisando outros aspectos interessantes do jogo que às vezes passam despercebido quando não prestamos tanta atenção a eles. Se alguém tiver algo a acrescentar ou corrigir, por favor use os comentários e vamos conversar a respeito.

GO BRONCOS!

Gostou do post? Clique em Like e Comente ;)